VELHOTES SOMA E SEGUE EM AVEIRO! EM COIMBRA, SERVILUSA REGRESSA ÀS VITÓRIAS!

EM AVEIRO, VELHOTES CONQUISTAM 4ª VITÓRIA CONSECUTIVA, E SEGUEM ISOLADOS NA FRENTE DA SUPERLIGA AVEIRO. TEKA TEAM E GOLDENBOYS CONQUISTAM VITÓRIA NOS SEUS RESPECTIVOS JOGOS, E PRINT-ELOGIA E TIKI TAKA TERMINAM ESTA 4ª JORNADA COM UM EMPATE. EM COIMBRA, MARSELHA CONQUISTA NOVA VITÓRIA, SEGUINDO NO TOPO DA CLASSIFICAÇÃO. JÁ O SERVILUSA REGRESSA ÀS VITÓRIAS, APÓS 3 DERROTAS CONSECUTIVAS, E ARZILA, COIMBRA F.C., E FEYENOORD CONQUISTAM 3 PONTOS AO VENCEREM OS SEUS ENCONTROS.

Em Aveiro, mais uma jornada realizada da Superliga Aveiro, e muitas decisões começam a ser tomadas. Velhotes soma e segue no topo da Liga, e adivinha-se uma boa classificação para esta equipa no final do Torneio. Já o Teka Team vence novamente, e está bem perto do 1º posto, tendo 1 jogo a menos, e o Tiki Taka empatou último jogo, atrasando-se na luta pelo 1º lugar da classificação geral. No 1º jogo do passado Sábado, Print-Elogia e Tiki Taka iniciaram a jornada com um empate a 3 bolas, num jogo marcado por 1 expulsão, 4 cartões amarelos, e muitas advertências por parte do árbitro da partida. Não foi um encontro bonito de se ver, no entanto ambos os responsáveis prometeram uma atitude diferente para os restantes jogos do Torneio. O Print-Elogia iniciava assim o seu trajecto no Torneio, e começou com um golo bem cedo, nomeadamente aos 6′, por intermédio de Bruno Fonseca, colocando o placar em 1 x 0, e 1′ minuto depois, a mesma equipa bisou na partida, desta vez por Vítor Duarte, dando uma vantagem de 2 golos à sua equipa. A equipa do Tiki Taka, que tem estado muito bem no Campeonato, procurou responder, e aos 15′ João Maio reduziu para 2 x 1, e foi este o resultado até ao intervalo. Na 2ª parte, o Tiki Taka procurou ir à procura do empate, mas foi o Print-Elogia a marcar golo novamente, desta vez por Luís Lima, colocando o marcador em 3 x 1. Faltando 18′ para o fim, o jogo parecia estar a ser controlado pela equipa do Prin-Elogia, mas o Tiki Taka haveria de conseguir alcançar o tão almejado empate, sendo 1 dos golos apontados por David Ferreira aos 38′, e o último apontado aos 48′ novamente por João Maio. No 2º jogo do dia, Brigada do Reumático entrou em campo para enfrentar o Teka Team, sendo o Teka Team a equipa a levar a melhor, já que venceu por 6 bolas sem resposta. Mal iniciou o jogo, o Teka Team procurou ocupar o Meio-Campo Ofensivo, e aos 3′ Ivo Vinagre inaugurou o marcador, e colocou a equipa do Teka Team na frente. O Brigada tentou reduzir, e procurou aproximar-se da baliza de João Mansilha, mas as tentativas nunca resultaram em golo. O jogo foi para a 2ª parte com o resultado de 0 x 1, e logo no 1º minuto de jogo, o Teka Team aumentou a vantagem, sendo que Rafael Santos finalizou uma bela jogada da sua equipa. Aos 31′, Ivo Vinagre colocou o resultado em 3 x 0, e João Simões, aos 33′ e aos 47′, apontou 2 golos que resultaram no 0 x 5. Até ao final, o Brigada tentou por tudo marcar o golo de honra, mas foi o Teka Team a terminar com mais um golo, e de novo Rafael Santos, aos 49′. No 3º jogo da tarde, o Velhotes venceu o Grupo Bresimar por 6 x 0. O Velhotes entrou bastante bem no jogo, a querer marcar bem cedo, e aos 7′ e 8′, João Simões fez 2 golos, e colocou o Velhotes com uma boa vantagem. O Grupo Bresimar aproximou-se da baliza do Velhotes, para tentar alcançar um golo, mas foi novamente o Velhotes a marcar, e pelo mesmo jogador, neste caso Bruno Martins, que marcou aos 16′, aos 19′, e aos 24′, resultando no seu hattrick. O jogo foi com um resultado de 0 x 5 para o intervalo, com um Grupo Bresimar impotente perante as investidas do Velhotes. Na 2ª parte, foi igualmente o Velhotes a controlar o jogo, no entanto esta metade foi mais nivelada, havendo apenas mais um golo, e para a equipa do Velhotes – Joey Oliveira, aos 43′, estabelecendo o resultado final em 0 x 6.

4ª Jornada Superliga Aveiro

25 de Outubro, Esgueira

19H – Print-Elogia 3 x 3 Tiki Taka

20H – Brigada do Reumático 0 x 6 Teka Team

21H – Grupo Bresimar 0 x 6 Velhotes

Em Coimbra, 5 foi o nº de jogos realizados nesta 5ª Jornada, numa altura em que o Servilusa regressou às vitórias, o Marselha somou mais 3 pontos, e onde o Arzila, o Coimbra F.C., e o Feyenoord venceram os seus respectivos jogos. No 1º jogo deste Domingo, Palheiros e Zorro enfrentaram o Arzila, num jogo onde acabaram por perder por 4 bolas a 3. Num jogo com elevada intensidade e ritmo, foi até o Palheiros e Zorro a começar melhor, e aos 3′ Eduardo Figueiredo inaugurou o marcador, e colocou o 1 x 0 no placar, mas aos 12′ João Oliveira (Arzila) empatou a partida, e a reviravolta aconteceu aos 13′ por Marselo Santos, colocando o resultado em 1 x 2. Foi este o resultado verificado ao intervalo, sendo que a 2ª parte começou com elevada intensidade, tal como a 1ª. Aos 35′, Ricardo Costa, do Palheiros e Zorro, alcançou o empate para a sua equipa, e aos 45′ foi a vez do Palheiros e Zorro conseguir a reviravolta, e novamente Eduardo Figueiredo a marcar, e a colocar a sua equipa em vantagem, bem perto do fim. Mas o jogo estava longe de estar terminado, e o Arzila haveria de conseguir 2 golos de rajada – João Oliveira a bisar na partida aos 46′. e André Pimentel, aos 47′, a colocar um ponto final na dúvida sobre o vencedor da partida. O Palheiros e Zorro continua assim à procura da sua primeira vitória no Torneio. No 2º jogo, Servilusa e Capas e Kopos enfrentaram-se num jogo muito bem disputado, e foi o Servilusa a levar os 3 pontos para casa, ao vencer por 2 x 1. Foi até o Capas e Kopos a começar mais pressionante e activo, e numa boa oportunidade criada fazem o 0 x 1, por Júlio Magalhães, aos 10′ da partida. O empate do Servilusa acabaria por acontecer 5′ mais tarde, por Rui Campos, deixando assim a partida empatada. Até ao intervalo foram imensas as oportunidades criadas por ambas as equipas, mas o empate perdurou. Na 2ª parte, as duas equipas tentaram ter iniciativa atacante, e criar boas oportunidades junto da baliza contrária, mas nem sempre as opções tomadas eram as melhores. O golo acabaria por sorrir ao Servilusa a 14′ do final do encontro, por Cláudio Martins, que fez o 2 x 1 final, dando os 3 pontos à sua equipa, que regressa assim às vitórias. No 3º jogo da tarde, o Coimbra F.C. venceu o JJ United por 3 golos sem resposta. Foi o JJ United a começar melhor, e a criar as melhores oportunidades, mas como quem não marca sofre, foi o Coimbra F.C. a inaugurar o marcador, nomeadamente aos 12′ por Humberto Figueiredo, golo este que foi o único apontado na 1ª metade da partida. Na 2ª metade, o JJ procurou adquirir outra atitude, mais garra, mas logo no 2º minuto da 2ª parte, o Coimbra F.C. aumentou a vantagem, para infelicidade dos homens do JJ, sendo André Dinis o marcador do golo. O JJ United parecia estar conformado com o resultado, e o Coimbra F.C. aproveitou esse facto para aumentar a contagem, e aos 49′ finalizou João Pereira fez o 3 x 0 final. No 4º jogo da noite, o Feyenoord venceu novamente o Estalagem de Sangalhos, jogo que já tinha surgido na 1ª eliminatória da Taça, e o Feyenoord levou a melhor, e agora a história foi a mesma. O Estalagem de Sangalhos ressentiu-se da ausência do melhor marcador da equipa – Mickael Grego (4 golos apontados), e o Feyenoord vence assim mais um jogo da Superliga Coimbra, onde o seu objectivo é revalidar o título de campeão. O jogo começou com muita velocidade, com ambas as equipas a pensarem muito bem as suas decisões e a fazerem a circulação de bola no sector intermédio. O 1º golo iria aparecer logo aos 5′, numa boa jogada de José Vieira, capitão do Feyenoord, que com uma boa finalização fez o 1 x 0. 3 minutos depois, novo golo, desta vez por Luís Osório, aumentando a vantagem para 2 golos, e dando maior segurança no resultado para a equipa de vermelho. O Estalagem tentou por tudo reduzir o resultado, mas Hugo Semedo, guarda-redes improvisado do Feyenoord, esteve sempre à altura, e impediu que todas as bolas ultrapassassem a linha de golo, e foi este o resultado mantido até ao final. No 5º, e último, jogo deste dia 26 de Outubro, o Marselha recebeu e venceu o M-Team por 3 bolas a 1, num encontro em que o M-Team colocou muitas dificuldades aos homens que estão em 1º lugar da tabela. O jogo começou  equilibrado, com as 2 equipas a respeitarem-se mutuamente, não havendo muitas oportunidades de lado a lado. No entanto, aos 4′ foi o Marselha a chegar ao golo, por Nuno Lopes, numa boa finalização por parte do 14 do Marselha. A vantagem duraria apenas 4′, já que Hugo Rosa, do M-Team, com um bom remate fora de área, fez o empate, deixando tudo em aberto. O resultado foi este até ao intervalo, apesar das boas tentativas por parte das 2 equipas. A 2ª metade começou da mesma forma que a 1ª, com poucas oportunidades, e muita certeza na decisão, e o golo só apareceu aos 36′, desta vez para a equipa do Marselha, que passava assim para a frente do marcador. Carlos Vinhas foi o autor do golo, colocando o placar em 2 x 1. O M-Team procurou subir as linhas e finalizar a baliza de João Lucas, mas foi novamente o Marselha a alcançar o golo que confirmaria a vitória dos homens de azul, nomeadamente aos 40′ por Sérgio Melo.

5ª Jornada Superliga Coimbra

26 de Outubro, Casaense

18H – Palheiros e Zorro 3 x 4 Arzila

19H – Servilusa 2 x 1 Capas e Kopos

20H – JJ United 0 x 3 Coimbra F.C.

21H – Feyenoord 2 x 0 Estalagem de Sangalhos

22H – Marselha 3 x 1 M-Team

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.