OLD CREATORS A 1 PONTO DE GARANTIR ELITE DA 2ª LIGA!

 

SUPERLIGA SÉRIE 1

 

Real Lisbon FC 5-4 Mamas FC

VOLTAS E REVIRAVOLTAS TERMINAM COM VITÓRIA DO REAL LISBON!

O melhor jogo da noite! Os 50 minutos foram bastante intensos e ambas as equipas mostraram muita vontade nas disputas de bola, o que levou a um número de faltas também elevado. A partir de uma delas, o Real Lisbon marcou o primeiro golo da partida, aos 10 minutos. Como resposta, Ricardo, capitão do Mamas, recuperou a bola num lance ofensivo do Real Lisbon e percorreu o campo todo, driblando os adversários que apareciam à sua frente, até a área oposta e deixando a bola no fundo da rede. Aos 20 minutos, o Mamas chega à reviravolta, mas 2 minutos depois, aos 22, o Real Lisbon empatou a partida. Na segunda parte, as coisas começaram a ficar mais complicadas, o Mamas abriu uma vantagem de dois golos e a partir dos 44 minutos, o Real Lisbon conseguiu igualar a diferença e em seguida passar para a frente do marcador. Num final de jogo menos bonito a vitória não fugiu ao Real Lisbon, que se mantém assim na luta pela Elite, logo na sua época de estreia na principal Liga de Lisboa.

 

CP4L 2-8 Bonde Sem Freio

BONDE CONSTRÓI GOLEADA NO 2ºTEMPO!

O Bonde Sem Freio entrou com gás no encontro e logo no minuto inicial Fabrício, após canto, colocou a equipa de Luiz Colussi a vencer. Aos 3 minutos Carlos Marques disparou forte mas o remate saiu à figura. Aos 5 minutos a CP4L deu sinal de vida com Rafa a desviar de cabeça mas Samuel sacudiu para canto. O Bonde dominava o ritmo de jogo com várias jogadas coletivas de envolvimento, mas foi a CP4L novamente a visar a baliza por Rafa. Aos 15 minutos Paulo Ferreira salta do banco e precisou apenas de 1 minuto em campo para fazer o golo do empate (1-1), num pontapé à entrada da área. O Bonde respondeu no minuto seguinte, Fabrício segurou o esférico para Wallace rematar para a vantagem (2-1). O jogo estava animado e intenso e pouco depois a CP4L empatou de novamente, Mithune foi na pressão e Rafa disparou sem hipótese para o 2-2. Já quando tudo se preparava para ir empatado para intervalo, José Alfredo rematou de longe e deixou o Bonde a vencer. Na 2ª parte o Bonde Sem Freio entrou disposto a retirar esperanças à CP4L e assim foi, aos 26 minutos Wallace rematou forte para o 2-4 e aos 28 José Alfredo bisou, de novo fora da área. A CP4L procurou encurtar distâncias por Rafa, mas seria novamente o Bonde a chegar ao golo; aos 40 minutos por Orlando, aos 43 em livre a dois toques Wallace completou o hat-trick e aos 48 com pouco ângulo de remate Orlando fez o bis.

 

Dream Team 5-0 MaltaDoDesporto

Vitória para a equipa da Dream Team, beneficiando da falta de comparência da equipa adversária.

 

SUPERLIGA SÉRIE 2

 

BOCA 2-0 MixTeam

BOCA SEMPRE NO CONTROLO!

O BOCA começou o encontro com mais posse de bola e aos 7 minutos podia ter inaugurado o marcador ao 2º poste mas o remate saiu ao lado. A MixTeam não ficou sem dar resposta e aos 9 minutos chegou junto da baliza contrária em lançamento de linha lateral. O ritmo da partida foi moderado e aos 14 minutos Nuno Belchior apareceu bem ao 2º poste, mas Hugo Semedo agarrou bem o esférico e aos 16 em livre cobrado de forma exemplar, João Pantoja rematou tão colocado que a bola foi ao ferro antes de entrar (1-0). Do outro lado, Diogo Henriques tentou de cabeça mas Pedro Duarte cedeu canto. Pouco depois foi Bruno Canteiro a estar perto do golo em remate à entrada da área e antes do intervalo Joel acertou no poste após recarga. No 2º tempo a MixTeam tentou em diversas ocasiões empatar o resultado; Francisco Pinho atirou por cima e Diogo à meia-volta mas sem o sucesso pretendido. Aos 35 minutos e em jogada coletiva o BOCA dilatou vantagem por Ricardo Pereira (2-0). A MixTeam continuou a tentar por Francisco Pinho mas Pedro Duarte opôs-se, depois Diogo e Alexandre combinaram mas novamente Pedro Duarte evitou o golo e aos 44 minutos em contra-ataque Diogo e Rodrigo estiveram na jogada mas a finalização saiu ao lado. O BOCA também esteve perto de marcar mas viu a bola ser cortada em cima da linha. A última tentativa da MixTeam nasceu de uma jogada individual do capitão Rodrigo mas o resultado manteve-se até final dos 50 minutos.

 

T.B.V. Brookln 3-1 Recreativo do Libolo

MAIOR POSSE DO BROOKLYN GARANTIU VITÓRIA EM JOGO EQUILIBRADO!

Brooklyn entrou a todo o gás e logo no primeiro minuto, Pedro Antunes abriu o marcador com assistência de Feliciano Gomes. Aos 10 minutos novamente Feliciano Gomes a assistir, desta vez, Domingos Gomes. Com estes 2 golos Brooklyn levava assim uma vantagem de 2 golos para o descanso. Na segunda metade o Brooklyn foi portador de mais oportunidades, mas faltou a eficácia. Recreativo do Libolo reduziu aos 36 minutos por Leandro Moreira (2-1) e o Brooklyn só depois voltaria aos golos, ampliando a sua vantagem no último minuto por Feliciano Gomes.

 

New Team – Est. da Amadora 3-6 Central Mensageiro

JOGO CAUTELOSO DO CENTRAL IMPEROU SOBRE APOSTA ADVERSÁRIA EM SAIR EM CONTRA-ATAQUE!

Primeira parte bastante equilibrado embora com o Central a ter mais posse e a criar mais oportundiades de golo. Aos 13 minutos Nélson Paiva desbloqueia o marcador e aos 17 Manuel Sanches amplia a vantagem para 2-0. Ainda antes do intervalo New Team reduz para 2-1 por Tomás Carlos, que volta a deixar tudo em aberto para a 2ª parte. Na segunda metade a New Team foi bastante eficaz e assim chegou ao empate por Francisco Brito aos 33 minutos de jogo. O Central viria a passar para a frente do marcador novamente, por Wilson Almada, e a New Team voltaria a empatar por Maldini Semedo (3-3), que mostrava o quanto era a importante para qualquer equipa a luta pelos pontos nesta partida. Os últimos instantes do jogo foram decisivos com Nuno Silva a marcar dois golos em menos de um minuto e Manuel Sanches a ampliar a vantagem do Central para 6-3 mesmo ao cair do pano, garantindo assim a vitória por uma margem de 3 golos construída apenas nos últimos minutos.

 

Vulcão FC 4-4 Café Praceta

VULCÃO ONDE ANDAS COM A CABEÇA?!

Na primeira parte o Vulcão esteve sempre por cima do jogo, controlando a posse de bola. Chegaram ao golo aos 8 minutos por Ricardo Delgado e aos 12 Fábio Freitas amplia para 2-0. Ainda antes do intervalo o Vulcão chegaria ao 3-0 por Gerson Delgado e o Café Praceta ainda reduziu aos 23 por Pedro Cardoso, que lhes deu uma réstia de esperança para os segundos 25 minutos. A segunda metade ficou marcada pelas inúmeras falhas ofensivas do Vulcão, conseguindo fazer só um golo, com bis de Ricardo Delgado aos 30 minutos. O Café Praceta foi crescendo no jogo e chega mesmo ao empate, com um bis de João Henrique e um de Pedro Pinto no último minuto da partida, aproveitando que no minuto anterior o seu adversário não aproveitou uma grande penalidade para garantir a vitória e roubou-lhes assim autenticamente 2 pontos que eram importantíssimos nas aspirações do Vulcão para alcançar a Elite.

 

2ª LIGA SÉRIE 1

 

Wellphi FC 11-3 SeteÀRasca

WELLPHI GARANTE VITÓRIA APÓS EXCELENTE 1ª PARTE!

O jogo começou cedo com lances de perigo, quando o Wellphi quase chegou à vantagem logo nos primeiros segundos num remate de longa distância, mas João Garrudo salvou. O jogo continuou com sinal mais por parte do Wellphi e após mais algumas tentativas, surge o 1º golo apontado por Diogo Gonçalves, que isolado de marcação não vacilou. Pouco depois, Diogo Gonçalves novamente no lance, mas ao assistir com um cruzamento da esquerda para o 2-0 apontado por Tomás Costa. Aos 12 minutos, 1 golo para cada lado manteve a diferença de 2 golos no marcador, até que num belo remate cruzado de Guilherme Pinto o Wellphi ganhou uma maior vantagem. Até ao intervalo, mais 3 golos, todos para o Wellphi, com André Gonçalves a apontar o seu 1º golo e Vitorino Ortela e Guilherme Pinto a bisarem na partida (7-1). O SeteÀRasca entrou melhor na 2ª parte mas sem conseguir alvejar a baliza adversária, o Wellphi apresentou-se um pouco mais apático, mas André Gonçalves conseguiu desbloquear o marcador após 13 minutos, ao apontar o golo da noite e logo 2 minutos depois chegando ao 9-1. Dois minutos depois, João Miguel bisa na partida e reduz o marcador para o SeteÀRasca. Houve ainda tempo para Hermes, guarda-redes do Wellphi, apontar um belo golo de livre direto sobre a linha do meio-campo (10-2), Vitorino Ortela chega ao hat-trick num golo de calcanhar (11-2) e Luis Silveira seria o ultimo a marcar, apontando o 3º do SeteÀRasca, mas a vitória seria mesmo do Wellphi que nunca sentiu que a mesma estivesse perto de fugir.

 

New Time 4-6 Tubarões FC

REVIRAVOLTA NA 2ª PARTE DÁ MAIS 3 PONTOS AOS TUBARÕES!

O jogo começou muito equilibrado, com as duas equipas criando boas oportunidades. New Time pressionava a saída de bola dos Tubarões FC e dava trabalho para a equipa visitante sair a jogar. Tanto que aos 12 minutos, Rui Rodrigues abre o placard para o New Time e logo aos 15 a equipa da casa amplia a diferença com um belo golo num remate forte de longa distância. A partir daí, a equipa dos Tubarões FC levou perigo à baliza adversária e o guarda-redes defendeu muito bem e sofreu apenas um golo na primeira parte (2-1). Porém, a segunda parte começou com a equipa do Tubarões com vontade e qualidade. Logo aos 27 fizeram o golo do empate e aos 30 passaram para a frente no marcador. A partir daí o jogo voltou a ser bastante equilibrado e ambas as equipas fizeram golos. Quem fechou o placard com um belo golo, driblando vários adversários e colocando a bola por entre as pernas do guarda-redes na sua saída, foi o capitão dos Tubarões, Nilton. Belo golo. Final da partida, New Time 4-6 Tubarões FC.

 

La Famiglia 2-9 Borussia Dormetudo

BORUSSIA GANHA PONTOS IMPORTANTES NA LUTA PELA SÚBIDA!

Foi um jogo bastante tranquilo, com as duas equipas a respeitar-se bastante e jogando um bom futebol. O Borussia foi mais eficaz e perigoso durante toda a partida e isso refletiu-se no placard final de 9-2. Um dos golos do LaFamiglia, feito por Renato Mendonça, foi o mais bonito do jogo; o jogador antecipou a saída do guarda-redes e, de cabeça, fez um golo de cobertura. Por outro lado, a equipa do Borussia teve dois jogadores artilheiros, com 3 golos cada, e o homem do jogo Rui Caetano também marcou belos golos, um deles numa jogada de equipa, com toque de bola envolvente até que o jogador ficou sozinho na cara do golo para empurrar para o fundo da baliza.

 

RedTails United 3-0 Paralympiacos

REDTAILS EFICAZ GARANTE VITÓRIA!

A equipa do RedTails Utd era superior fisicamente e aproveitou essa vantagem de força e abriu o placard logo aos 4 minutos. O Paralympiacos conseguia chegar à área do RedTails Utd, mas não tinha sorte na finalização. Ainda na primeira parte, os RedTails conseguiram ampliar a vantagem e na segunda parte definiram o placard aos 41 minutos num 3-0. Os aspetos técnicos e táticos de ambas as equipas eram muito equivalentes, as duas equipas defenderam bem e ocuparam bem os espaços do campo para criar boas oportunidades de golo. A diferença foi que os RedTails conseguiram aproveitar melhor as oportunidades criadas.

 

2ª LIGA SÉRIE 2

 

Magma FC 8-0 MarcaFogo FC

8 GOLOS SEM RESPOSTA CARIMBAM VITÓRIA DO MAGMA!

A equipa do MarcaFogo começou a partida com dois jogadores a menos, e devido a essa inferioridade numérica, sofreu um golo logo no primeiro minuto e outro aos 6. A partir daí, a equipa do Magma FC foi mais eficaz e soube aproveitar as oportunidades de golo que teve. Marcaram 8 golos, enquanto que o MarcaFogo não consegui sair do 0. Fizeram boas jogadas e levaram perigo à baliza adversária, mas não foram capazes de bater o guarda-redes.

 

Jenilson DRT 1-6 Wakanda FC

WAKANDA GARANTE VITÓRIA NO FINAL!

O jogo começou bastante equilibrado, com disputas de bola intensas e ritmo de jogo muito acelerado. A equipa do Wakanda conseguiu ser mais eficiente e marcou um golo aos 9 minutos e outro logo aos 10. Aos 18, os Jenilson DRT conseguiram diminuir a diferença com um belo golo de Pedro Barros. Na segunda parte, com as duas equipas mais desgastadas, o jogo perdeu um pouco o ritmo, mas continuava com disputas de bola intensas. Perto do fim da partida, o Wakanda conseguiu marcar mais 3 golos e fechar assim o placard em 6-1.

 

Lista Exigente 7-3 Fluminete

LISTA EXIGENTE COM ROLO COMPRESSOR!

A Lista Exigente teve uma entrada muito positiva na partida e aos 5 minutos já vencia em remate colocado de Jean Barradas, a bola ainda bateu no poste e não deu qualquer hipótese a Bruno Branco. Aos 9 minutos Nuno Tomás acertou na trave mas o Fluminete respondeu aos 11 em remate acrobático de Ruben Santos, Adrià defendeu com facilidade. Aos 13 minutos Jean rematou e ao 2º poste estava Pedro Sá Cardoso que apenas teve de encostar para o 2-0. Aos 16, em contra-ataque, Francisco cruzou de trivela e do outro lado apareceu Mário Salgado a finalizar (3-0). O Fluminete voltou a tentar por Ruben Santos, mas foi a Lista Exigente a marcar em duas ocasiões: aos 20 minutos Francisco Marcos dilatou a vantagem para 4 golos e aos 23 Jean assistiu Nuno Tomás para o 5-0. Mesmo a terminar o 1º tempo David Rodrigues reduziu para 5-1 em jogada de insistência. Na 2ª parte o Fluminete melhorou a intensidade e aos 29 minutos André Oliveira rematou para o 5-2 à entrada da área. Aos 34, Adrià em pontapé longo de baliza a baliza consegue uma preciosa assistência para Francisco Marcos, que sem deixar a bola cair dilatou para 6-2. A Lista Exigente continuou a ser mais perigosa e não fosse a trave ou Bruno Branco (por 3 ou 4 vezes) teria feito o golo mais cedo. Quem marcou foi o Fluminete, aos 43 minutos por Ruben Santos (6-3). Até final da partida apenas a registar o golo de Pedro Sá Cardoso, em contra-ataque roubou a bola e no 1×1 fez o 7-3 final.

 

Old Creators 8-2 FC Banda

OLD CREATORS SEGUROS NA LIDERANÇA!

Old Creators estiveram muito bem no jogo, fizeram sempre boas jogadas e foram criando muitas oportunidades de golo, que iam demonstrando a sua superioridade na partida e ao intervalo já venciam por 6-0. Na segunda ampliaram para 8 os seus golos, conseguindo nestes segundos 25 minutos o FC Banda ainda dar uma boa resposta, mas só conseguiu balançar as redes adversárias por duas vezes, que foi insuficiente para recuperar da grande desvantagem consentida no 1º tempo.

 

PROLIGA

 

C. D. Artilharia da Cueca 2-9 AEFCH

“FRANCISCOS” EM DESTAQUE NA VITÓRIA DO AEFCH!

Ainda o jogo estava a começar e o AEFCH teve logo uma bola no poste, depois disso manteve-se mais forte e por cima do jogo e sem surpresa fizeram 3 golos que lhes dariam uma vantagem madrugadora segura, chegando com isto Francisco Ferreira ao hat-trick com apenas 8 minutos de jogo decorridos. Francisco Rocha fez também o gosto ao pé ao minuto 12, aumentando a vantagem do AEFCH para 4 golos e depois apenas sobre o apito para o descanso se voltou a festejar golo, mas para a equipa da Artilharia da Cueca, apontando Nuno Lopes de livre direto o 1-4. A 2ª parte começou com o golo de Gonçalo Matos que voltou a dar nova vantagem de 4 golos ao AEFCH (1-5), foi de imediato respondido por Nuno Lopes numa fotocopia do seu 1º golo, novamente de livre direto. Aos 35 e 40 minutos voltou-se a festejar golo com Francisco Morão a bisar, aos 43 Francisco Ferreira chegou ao poker e aos 49 Francisco Rocha concluiu a partida num 9-2 bisando assim também na partida.

 

Bayer Neverlusen 3-4 Maccabi Tá-Tudo-Vivo

MACCABI CONSEGUE REVIRAVOLTA HISTÓRICA!

O Bayer Neverlusen entrou muito bem no encontro e no minuto inicial adiantou-se no marcador por Vicente Mendes. O Maccabi Tá-Tudo-Vivo tentou dar reposta e Bernardo Xavier acertou no ferro, mas quem marcou foi novamente o Neverlusen; aos 15 minutos em bonita jogada individual Vicente Mendes fez o 2-0. O Maccabi andou desaparecido no 1º tempo e sem surpresa o Neverlusen dilatou a vantagem aos 18 minutos por Francisco Bentes. Ainda no 1º tempo o Maccabi conseguiu reduzir e à ponta-de-lança, Miguel Zina fez o 3-1. Na 2ª parte, o Maccabi-Tá-Tudo-Vivo entrou disposto a inverter o rumo dos acontecimentos, trouxe uma nova atitude e aos 26 minutos Miguel Zina bisou, encurtando para 3-2. O Neverlusen tentou de novo marcar mas Diogo Ramos evitou o pior. Aos 36 minutos Sokolov empatou o encontro e logo a seguir, de livre direto, deu a volta ao marcador colocando o Maccabi a vencer pela primeira vez no jogo. O Neverlusen tentou recuperar da desvantagem, mas o Maccabi mostrou personalidade e resistiu até ao final.

 

CRAmem 6-3 Shaktar Gonext

CRAMEM MAIS FORTE E EFICAZ CONQUISTA 3 PONTOS!

O CRAmem iniciou a partida com mais posse de bola, mas apenas aos 11 minutos criaram perigo, mas Sebastião Dias salvou por duas vezes em cima da linha após jogada individual de Diogo Gomes. Aos 13 minutos Edi Monteiro aproveitou o espaço concedido em zona frontal e sem apelo disparou uma bomba para o fundo da rede adversária (1-0). O Shaktar Gonext ia tentando de fora da área, aos 15 minutos foi Gonçalo Barreto a rematar ao lado mas logo a seguir, ainda antes do meio-campo, surpreendeu toda a gente e de livre direto fez a bola entrar junto ao canto superior direito (1-1). O CRAmem estava com ligeiro ascendente sobre o Shaktar e a terminar a 1ª parte Diogo Gomes fez o 2-1. No início do 2º tempo o Shaktar voltou a estar melhor e aos 32 minutos num livre à entrada da área Guilherme Souza fuzilou para o 3-1. O Shaktar Gonext respondeu em livre curto mas Felipe Sousa evitou o golo por duas vezes. Aos 35 minutos Diogo Gomes viu o guarda-redes adiantado e do meio-campo desenhou um certeiro chapéu (4-1). O Shaktar voltou a testar Felipe Sousa após cabeçada de Tiago Moita em lançamento de linha lateral, mas o guardião esteve a bom nível e evitou o golo, na sequência do canto a bola foi à trave. Aos 40 minutos o golo do Shaktar finalmente apareceu e foi Gonçalo Barreto a fazer o bis. Mas pouco depois e em jogada coletiva, Dino assistiu Luis Ramos e assim o CRAmem chegou ao 5-2. O Shaktar Gonext não desistiu e aos 45 minutos Gonçalo deixou 2 adversários para trás e completou o hat-trick, continuaram a tentar por Sebastião e também Gonçalo, mas não obtiveram o sucesso desejado. Até final o CRAmem voltou a marcar em contra-ataque por Guilherme Souza.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.