NEW TEAM – ESTRELAS DA AMADORA ALCANÇA LIDERANÇA ISOLADA DA SUPERLIGA SÉRIE 2!

SUPERLIGA SÉRIE 1

 

CP4L 2-3 Pastéis Vintage

DUPLA FÁBIO PEREIRA E ROKA SILVA ASSEGURA MAIS 3 PONTOS AOS PASTÉIS VINTAGE!

Início da partida com os Pastéis Vintage a controlar, completamente instalados no meio-campo do CP4L, mas apesar das oportunidades que iam surgindo, a bola tardava em entrar na baliza. Foi apenas aos 7 minutos através de uma jogada individual, que surgiu o primeiro golo saído dos pés de Fábio Pereira, num estrondoso remate de fora da área que bate no poste e entra, não dando qualquer hipótese ao guarda-redes adversário. Apesar do golo e dos festejos, a equipa dos Pastéis Vintage vê nesse mesmo minuto Rafael Silva do CP4L marcar o golo do empate, na primeira oportunidade flagrante para a sua equipa. Pastéis Vintage voltaram a assumir o controlo do jogo depois do golo sofrido, mas seria o CP4L a consumar a reviravolta, através de uma grande penalidade bem executada por parte de Ricardo Carvalho. Após este golo o jogo desbloqueou, o CP4L passou a ter mais oportunidades mesmo já estando em vantagem, conseguindo o guarda-redes dos Pastéis mesmo em cima do intervalo, fazer uma enorme defesa que mantém assim o resultado pela margem mínima. Na 2ª parte os Pastéis Vintage entram a correr atrás do prejuízo e após uma recuperação de bola na zona do meio-campo, logo aos 2 minutos, Roka Silva faz o seu primeiro golo na partida e volta tudo ao empate (2-2). Com este novo empate o jogo tornou-se muito mais intenso, fisicamente mais exigente e com isso perdeu-se um pouco o brilho do conjunto de oportunidades que se foram formando com maior facilidade até essa fase. A equipa do CP4L atravessou durante a 2ª parte o seu melhor período na partida, foi criando mais perigo e com isso foram acreditando que a vantagem acabaria por surgir, mas foi já nos minutos finais que o estádio “caiu”, quando um canto para o CP4L se torna num contra-ataque para os Pastéis Vintage, Fábio Pereira abre o livro com uma assistência do outro mundo que deixa Roka Silva na cara do guarda-redes e este com o maior sangue frio foi implacável na hora de fazer o golo. Bis na partida para Roka Silva, muito mérito para Fábio Pereira nesta vitória dos Pastéis Vintage e mais 3 pontos assegurados para uma das equipas sensação nesta fase inicial da época.

 

SeteÀRasca 2-13 AMBCV

FAVORITISMO TRANSFORMADO EM GOLOS!

Jogo tranquilo para o AMBCV, que começou logo ao primeiro minuto a dar cartas, com Armando Gomes a marcar. Numa primeira parte totalmente dominada pelos AMBCV, onde acabam por não permitir grandes oportunidades aos seus adversário, chegariam ao intervalo com uma vantagem de 6 golos, marcando novamente Armando Gomes, bem como David Rufo, Paulo Silva, Gerson Nogueira e Hélder Guia. No inicio da segunda parte os SeteÀRasca fazem o primeiro golo através de uma distracção inicial do AMBCV, proeza essa que voltam a repetir aos 35 minutos, com Afonso Silva a marcar o 2-6. Quando o cansaço se começou a acumular no lado do SeteÀRasca, o AMBCV não baixou o ritmo e iniciou aquele que viria a ser um resultado bastante folgado de 2-13, com destaque para o bis de Gerson Nogueira e David Rufo, mas acima de tudo para os 5 golos de Armando Gomes.

 

Dream Team 6-2 Café Praceta

NEIDIL FERNANDES MAIS 6!

A equipa Dream Team entrou  muito mais agressiva e com mais dinâmica ofensiva, já os Café Praceta entraram com muita consistência defensiva e mais rematadores. Os Dream Team conseguiram desbloquear o jogo aos de 17 minutos, com um grande golo fora da área, de Frederico Almeida. Os Café Praceta não se ficaram e responderam com 2 golos imediatamente de seguida (18 e 19 minutos) fazendo assim a primeira reviravolta na partida. Apesar da resposta, os Dream Team começaram a desequilibrar bastante através de Neidil Fernandes, criando mais oportunidades de golo e conseguiram mesmo chegar ao intervalo a ganhar 3-2. Os Café Praceta entraram bem na segunda parte, com boas jogadas individuais e colectivas, mas nunca conseguiram contrariar a organização e os desequilíbrios de Neidil. Frederico Almeida foi fundamental ao marcar o 4º golo dos Dream Team, quando os Café Praceta começaram a pegar no jogo. Após o golo, os Café Praceta não se conseguiram recompor da desvantagem, e os Dream Team aproveitaram para aumentar a vantagem para 6-2, resultado que se manteve até ao final do jogo.

 

MaltaDoDesporto 3-7 Mamas FC

VICE-CAMPEÃO DA 2ª LIGA CONTROLA O JOGO E BATE O ATUAL CAMPEÃO!

Os primeiros minutos foram intensos e equilibrados, mas aos 5 minutos o Mamas FC abriu as hostilidades num livre frontal de Bruno Cadeireiro. A equipa ganhou confiança e de fora da área, aos 10 minutos, Nélson Fernandes aumentou a vantagem para 2 golos. A MaltaDoDesporto respondeu aos 14 minutos, com Filipe Silva em contra-ataque a reduzir para 1-2. O Mamas FC voltou a ficar por cima do encontro e aos 20 minutos beneficiaram de um penálti, que Sando Sousa não desperdiçou. No minuto seguinte, Diogo Pereira aproveitou um erro da defensiva contrária e fez o 1-4. A Malta do Desporto até começou melhor a segunda parte quando Guilherme Liz encostou ao 2º poste aos 27 minutos, reduzindo para 2-4, mas cedo o Mamas FC voltou a tomar conta da partida, quando aos 35 minutos Daniel Amorim fez o golo após boa jogada pela esquerda, aos 37 minutos Fábio Sousa rematou colocado para o 2-6 e aos 42 minutos numa boa iniciativa, Diogo Pereira fez o último da sua equipa. Até final apenas a registar o terceiro golo da MaltaDoDesporto, na conversão de um penálti por Daniel Silva aos 49 minutos.

 

EM DESTAQUE NA 2ª JORNADA: MAMAS FC

 

SUPERLIGA SÉRIE 2

 

ODC Warrior 5-2 Black Power

POKER DE FÁBIO SANTOS CRUCIAL NA VITÓRIA DO ODC WARRIOR!

Black Power a entrar muito bem na partida, a pressionar alto e a não deixar o seu adversário ter tempo para pensar e para jogar. Mas a meio da primeira parte o ODC Warrior surpreende e faz o 1-0 através de Fábio Santos e poucos minutos depois Manuel Pereira faz o 2-0. Black Power ainda antes do intervalo consegue reduzir para 2-1 de grande penalidade, convertida por Adilson Rodrigues. A segunda parte foi muito idêntica à primeira, Black Power entrou a correr atrás do resultado e consegue marcar logo nos primeiros momentos através de uma bola nas costas da defesa e Leynilson empata a partida (2-2). Até final, o ODC Warrior conseguiu fechar todos os caminhos para a sua baliza e fez 3 golos de contra-ataque por intermédio de Fábio Santos que garantiu assim os primeiros 3 pontos da época a esta equipa.

 

New Team – Estrelas da Amadora 3-2 T.B.V. Brooklyn

VANTAGEM CONSEGUIDA NO FINAL DA 1ª PARTE, IMPORTANTE NA CONQUISTA DE MAIS 3 PONTOS!

A New Team começou com total controlo do jogo, seguros e instalados no meio-campo do TBV Brooklyn. Foi assim sem surpresa que surgiu o primeiro golo do jogo para a New Team, saído dos pés de Tomás Carlos, que consegue colocar a bola no único espaço possível de entrar, passando entre o poste e o guarda-redes adversário. Pouco depois, no espaço de 4 minutos, 3 golos, empatando primeiro o TBV Brooklyn por Feliciano Gomes, mas logo de seguida, aos 18 e 19 minutos, Tiago Bernardo a ser crucial ao bisar na partida, assegurando uma vantagem de 2 golos para a New Team com que iriam para intervalo e que seria fundamental dado o desenrolar da 2ª parte. Numa 2ª parte escassa em golos, o estilo de jogo com que a partida se desenrolou acabaria por favorecer a equipa que tinha a vantagem na sua posse, pois apenas aos 48 minutos se voltariam a ver as redes de uma das balizas a abanar, conseguindo Feliciano Gomes bisar e reduzir a desvantagem para o TBV Brooklyn. Sem conseguirem mais depois deste golo, o resultado terminaria num 3-2 para a New Team, que consegue assim logo após garantir a subida de divisão, uma entrada surpreendente e bastante importante para quem tem aspirações de chegar à Divisão de Elite.

 

Vulcão FC 2-6 Pornmouth

MAIS NOVOS EM DESTAQUE NA DAMAIA!

Vulcão FC a jogar apenas com 6 jogadores consegue chegar ao golo muito cedo por Ivan Chagas. Depois disso, os jovens do Pornmouth a serem inteligentes e a ter velocidade na circulação de bola, cansando assim o seu adversário. Foi apenas na 2ª metade que o Pornmouth consegue passar para a frente do marcador, primeiro por Frederico Viana e no minuto seguinte por Manuel. Pornmouth não parou por aqui e fez o 3-1 novamente por Frederico Viana. Vulcão ainda reduziu para 3-2 por Erikson Gomes, mas já não tinham pernas para mais e o Pornmouth alargou a sua vantagem para 6-2, com bis de Miguel Pile e golo de Martim Coutinho a garantir a conquista dos primeiros pontos esta época.

 

Recreativo do Libolo 3-5 Central Mensageiro

RUI SANCHES DE PÉ QUENTE APONTA 3 DOS 5 GOLOS DO CENTRAL MENSAGEIRO!

Central Mensageiro a ser superior desde o início da partida, embora só chegue ao golo aos 11 minutos de livre direto, cobrado por Rui Sanches. Poucos minutos depois era novamente Rui Sanches a alargar a vantagem da sua equipa. Central Mensageiro a não baixar o ritmo na 2ª parte e aos 27 minutos faz o 3-0 por Nuno Silva, que e minutos depois esteve envolvido na jogada em que deixa Jonathan Pereira na cara do golo e este faz o 4-0. Recreativo do Libolo a mostrar que ainda estava em jogo e reduz para 4-2 por intermédio de Fábio Chantre e Anaildo Manuel, mas o Central Mensageiro “mata” o jogo com um potente remate de longe da autoria de Rui Sanches. Recreativo do Libolo ainda reduziu para 5-3 com o bis de Anaildo Manuel, mas não houve tempo para mais e o Central Mensageiro conquista assim os 3 pontos.

 

EM DESTAQUE NA 2ª JORNADA: ODC WARRIOR

 

2ª LIGA SÉRIE 1

 

Unipec FC 12-3 FC Beercelona

UNIPEC CONTROLA E DOMINA APESAR DO GOLO INAUGURAL DO BEERCELONA!

A equipa do Beercelona foi a primeira a marcar, aos 3 minutos, numa boa iniciativa do seu capitão Paulo Couceiro, que após recuperar a bola a meio-campo, combinou com o colega e na cara do guarda-redes desviou para o 0-1. A resposta da Unipec surgiu de imediato, dispuseram de várias ocasiões de golo mas só marcaram aos 9 minutos, após bom drible e forte pontapé do capitão César Pinto. A cambalhota no resultado aconteceu no minuto seguinte num remate colocado de Alex Souza. A Unipec estava por cima no jogo, chegaram ao 3-1 aos 11 minutos por Edoardo Pasta após triangulação e dilataram por Luís Ramos num remate de longe aos 17 minutos. O Beercelona reagiu de imediato reduzindo para 4-2 por Henrique Mascarenhas, mas foi a Unipec novamente a marcar, mesmo a fechar a primeira parte. No segundo tempo a Unipec continuava melhor na partida e teve um início de 2ª parte avassalador, César Pinto marcou no minuto inicial, aos 29 minutos Marco Oliveira encostou ao 2º poste após jogada coletiva, aos 30 minutos César Pinto completa o hat-trick e aos 34 minutos Marco Oliveira à entrada da área fez o 9-2. O Beercelona respondeu no minuto seguinte por Ivan Monteiro numa jogada conduzida por Paulo Couceiro. A Unipec voltou a controlar a partida, não deu mais oportunidades ao adversário e fez mais 3 golos até final do encontro, somando assim mais 3 pontos.

 

Hellvalade 2-7 Inazuma Seven FC

INAZUMA SEVEN AFIRMA-SE COM VITÓRIA CONFORTÁVEL!

Jogo em que o Inazuma começou a perder desde cedo, aos 3 minutos, mas que pelo ritmo das duas equipas, depressa se percebeu que o rumo da partida iria mudar. Foi então que ainda no final da primeira parte, após o golo do empate de Tiago de Almeida, Fábio Mavela acaba por marcar um auto-golo, que permitiu assim ao Hellvalade chegar ao intervalo ainda em vantagem (2-1). Na segunda parte, Tiago de Almeida que já tinha marcado, completa o “poker”, com golos aos 27, 29 e 42 minutos, contribuindo imenso desta forma para uma vitória confortável da sua equipa, que ainda consegue com mais 3 golos (2 de Ricardo Costa e 1 de Karin Pacheco) chegar ao 2-7 final.

 

Galáticos FC 2-5 Real Lisbon FC

BOLAS PARADAS FUNDAMENTAIS NA VITÓRIA DO REAL LISBON!

Um jogo bem disputado por ambas as equipas, onde no primeiro tempo não houveram acontecimentos marcantes, até Nelson Alves através de um livre, conseguir abrir o marcador para os Real Lisbon. Ao intervalo mantinha-se o 0-1 para o Real Lisbon. A segunda parte começa com novo golo do Real Lisbon, desta feita na sua baliza, acabando assim por colocar a partida novamente empatada. Ricardo Fonseca do Real Lisbon fuzila de livre uma vez mais, aos 31 minutos, deixando os adversários algo desanimados para os minutos finais de jogo, acabando por nos últimos minutos verem Luís Favinha e Diogo Vaz a marcar, garantindo a vitória dos Real Lisbon, que tiveram uma segunda parte claramente mais forte. O golo de Rui Rodrigues dos Galáticos acabaria por não ser suficiente para mais, terminando o jogo num 2-5 favorável ao Real Lisbon.

 

Borussa Dormetudo 6-5 RedTails United

SOFRER ATÉ AOS ÚLTIMOS MINUTOS!

Último jogo da noite, com duas equipas já conhecidas, onde o nível de jogo foi muito semelhante. Equipas a trocarem bem a bola e a fazerem uma boa leitura de jogo, onde o Borussia Dormetudo foi tendo a vantagem, mas sem grande distância. Os RedTails United começam a segunda parte a reduzir a desvantagem para 2-1 por Flávio Silva, chegando ainda a empatar por Narcis Tugui aos 31 minutos. Jogo novamente em aberto, mas o Borussia Dormetudo organizou-se bem de forma a conseguir manter a coesão do grupo até ao fim da partida. Foi apenas nos minutos finais que o encontro ficou decidido, num golo importante marcado por Francisco Fernandes aos 46 minutos, que colocou nessa altura o resultado em 6-4 favorável ao Borussia Dormetudo. Este golo e a margem de 2 golos seria essencial na partida, acabando os RedTails ainda por conseguir reduzir para 6-5, mas acabaria por não haver tempo para mais e os 3 pontos não fugiram assim aos Borussia Dormetudo.

 

EM DESTAQUE NA 2ª JORNADA: UNIPEC FC

 

2ª LIGA SÉRIE 2

 

Atlético Dá Milpau 2-2 Os Magriços

MUITA INTENSIDADE E UMA BOA DEFESA RESUMEM EMPATE!

Duas equipas muito jovens, num jogo em que os Atlético entraram melhor, com mais remates, mais posse de bola e em futebol apoiado. Os Magriços entraram em campo mais nervosos e devido à pressão do adversário foram recuando cada vez mais no terreno e lançando mais bolas diretas. Devido a isso, o Atlético conseguiu marcar dois golos praticamente de seguida. O primeiro surgiu de um lance de bola parada (canto), marcado por Henrique Duarte, já o segundo foi num lance de transição rápida, por Pedro Carvalho. O Atlético foi para o intervalo a ganhar 2-0. Os Magriços entraram bem na segunda parte, com mais remates enquadrados com a baliza. Por terem imposto muito mais intensidade e consequentemente a equipa a ter subido mais no terreno, conseguiram chegar ao empate com dois golos também praticamente de seguida, ao minuto 31 e 39 por Miguel Brás e Afonso Carvalho respectivamente. De realçar o defesa dos Magriços, Nuno Muniz, que segurou o empate até ao apito final, com vários cortes assertivos.

 

MixTeam 5-1 Carochada FC

EXPERIÊNCIA VALE VITÓRIA!

Os Carochada FC entraram melhor nos primeiros minutos, com uma defesa muito sólida, mas os MixTeam desbloquearam o jogo aos 6 minutos, com uma boa finalização de Alexandre Nunes. Após o primeiro golo, os MixTeam cresceram muito no jogo, com muitos remates enquadrados com a baliza, e com o guarda redes dos Carochada a brilhar. No entanto chegaram mesmo ao segundo golo, desta vez por Rodrigo Gonçalves e manteve-se o resultado até ao intervalo. A segunda parte começou com os MixTeam a rematarem à barra, e a tentar aumentar a vantagem. Os Carochada perceberam que para poderem discutir o resultado tinham de abrir mais o jogo, e ao fazerem-no, sofreram o terceiro. Apesar disso, nunca desistiram, aumentaram a intensidade e acabaram mesmo o jogo em cima dos MixTeam, mas o Guarda-Redes dos MixTeam não deixou mais. Acabaram por marcar o golo de honra no ultimo minuto de jogo, quando já estava 5-0.

 

BOCA 8-2 Iraque Unita

DEMASIADO BOCA PARA TÃO POUCO IRAQUE!

Os BOCA mostraram-se mais experientes e com mais vontade desde o primeiro minuto, no entanto foram os Iraque a dispor das primeiras oportunidades de golo. Apesar disso, foram os BOCA a marcar primeiro, com dois golos seguidos, e ambos em transição rápida de contra-ataque, o primeiro de Fábio Martins, o outro de Ricardo Pereira. Os BOCA chegaram ao intervalo a ganhar por 4 golos, em que o ultimo foi marcado nos últimos minutos da primeira parte, através de um grande golo de bola parada pelo avançado Fábio Martins. Com o resultado já desnivelado, os BOCA começaram a segunda parte a marcar, com um golo aos 28 minutos e os Iraque Unita responderam logo de seguida aos 29 minutos. Já mais soltos os BOCA foram sempre mais dinâmicos, com mais combinações e remates durante o resto do jogo, e foram aumentando naturalmente a vantagem até ao resultado final de 8-2 que os mantém seguros na liderança da competição.

 

Olímpico da Falagueira 4-3 Lista Exigente

EQUILIBRIO FOI NOTA DOMINANTE, MAS VITÓRIA SORRIU AO OLIMPICO DA FALAGUEIRA!

Olímpico da Falagueira a entrar bem no jogo e a marcar no primeiro minuto por Tiago Duro. A partida estava bastante equilibrada com as duas equipas a criarem perigo e é a Lista Exigente quem empata a partida por Javier Anula. Poucos minutos depois o Olímpico da Falagueira passa para a frente do marcador através de uma jogada muito simples e fatal, onde Rui Alves fica isolado na cara do golo e faz o 2-1. Lista Exigente não sentiu o golo sofrido e momentos depois iguala a partida por Jean Barradas com um remate de longe.  Na segunda parte é novamente Olímpico a marcar primeiro e a passar para a frente do marcador por João Sousa e dois minutos depois Lucas Magalhães empata a partida (3-3). Por fim o último golo da partida foi da autoria de João Duro aos 36 minutos, dando assim a vitória à sua equipa, que conseguiu manter a vantagem mínima nos últimos 14 minutos da partida.

 

EM DESTAQUE NA 2ª JORNADA: BOCA

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.