(LISBOA) SOFT COFFEE ELITE SURPREENDE NA TAÇA DE LISBOA!

SOFT COFFEE ELITE ESTREIA-SE NA TAÇA A VENCER E LOGO FRENTE A UMA EQUIPA DA SUPERLIGA! ERA UMA VEZ TAMBÉM EM DESTAQUE ARRECADA EMPATE FRENTE AOS HEINAKERES!

 

Matraquilhos FC 2-6 Amigos do Adriano

Os Amigos do Adriano entraram fortes e concentrados, conseguindo uma vantagem de 2-0 ao intervalo e ia tendo o domínio do jogo. No início da segunda parte os Matraquilhos aproveitaram duas desatenções dos Amigos e empataram o jogo. Porém, quando parecia que o jogo ia ser equilibrado, os Amigos através de excelentes movimentações e jogadas combinadas conseguiram marcar por mais 4 vezes até ao final do encontro e vencer assim por 6-2.

MVP Matraquilhos FC: Ruben Delgado

MVP Amigos do Adriano: Pedro Tralhão

.

Os Pétios 9-4 20 Vencer

Durante a primeira parte o jogo esteve bastante equilibrado, com ambas as equipas a estarem à frente do marcador, com bastantes oportunidades de golo e com um ritmo elevado. Na segunda parte os Pétios aproveitaram as desatenções dos 20 vencer e deram a volta ao marcador, conseguindo passar de um 3-4 ao intervalo para uns expressivos 9-4, destacando-se assim os 6 golos conseguidos sem resposta por parte desta equipa.

MVP Os Pétios: Rafael Antunes

MVP 20 Vencer: Pedro Ramos

 

Soft Coffee Elite 5-2 Pinitellos

A primeira grande surpresa na Taça foi realizada pelos Soft Coffe Elite, que conseguiram impor uma surpreendente derrota a uma equipa da SuperLiga. Os Soft Coffe Elite conseguiram marcar cedo, aos 10 minutos já venciam por 3 golos e depois souberam gerir a vantagem conseguida até ao final do encontro. Os Pinitellos ainda reagiram na 1ª parte reduzindo para 3-1, resultado este com que se chegou ao intervalo. Na 2ª parte, o jogo tardou em voltar aos golos, que viria a surgir já com 10 minutos decorridos e novamente para o Soft Coffee Elite que chegaram ao 4-1. Até final, mais um golo para cada equipa nos últimos 4 minutos viria a sentenciar a partida num 5-2, que permite assim à equipa do Soft Coffee Elite uma estreia extremamente positiva na sua primeira experiência em jogos de Taça.

MVP Soft Coffee Elite: Diogo Miranda

MVP Pinitellos: Igor neves

 

Era Uma Vez 7-7 Heinakeres

Jogo a contar para a 1ª Jornada da Taça que opôs uma equipa da 2ª Liga e uma da SuperLiga, porém o jogo foi mais equilibrado do que se previa. Nenhuma equipa conseguiu impor o seu futebol, num jogo com um ritmo elevado e que apenas se resolveu no último minuto de jogo com o golo do empate dos Era Uma Vez a permitir que ambas as equipas iniciem o seu percurso nesta competição com 1 ponto. Jogo cheio de emoção, com o marcador a ter voltas e reviravoltas constantes e onde nenhuma equipa conseguiu garantir uma vantagem de 2 golos, entrando melhor os Heinakeres a marcar o 0-1. As primeiras reviravoltas surgiram ainda na primeira parte, quando a equipa do Era Uma Vez se viu a perder por 1-2 e chegou ao 3-2, mas até intervalo o jogo voltaria ao empate 3-3 e à reviravolta dos Heinakeres para 3-4. Na 2ª parte e até ao 5-5 o jogo manteve-se numa toada de empate e resposta, não permitindo os Heinakeres a reviravolta, que acabaria por surgir, vendo-se novamente os Era uma Vez a vencer por 6-5. Os Heinakeres respondem de imediato e viram o jogo para 6-7 com 5 minutos para se jogar, mas foi mesmo no final que surgiu o empate para o Era Uma Vez que fecha o jogo em 7-7, resultado este que se aceita por aquilo que foi a partida.

MVP Era Uma Vez: Marcos Santos

MVP Heinakeres: Tomás Eiró

 

Friday FC 1-3 Unaita

Um resultado curto para o que se esperaria do atual primeiro classificado da SuperLiga, mas um resultado espectável para o futebol praticado neste jogo. Os Friday FC entraram a ganhar praticamente no primeiro remate que fazem à baliza, e que golo, num excelente gesto técnico do nº 99 João Caldeira. Com o jogo em 1-0 favorável à equipa da 2ª Liga, esperava-se uma resposta imediata do Unaita, mas o resultado permaneceu até ao intervalo. Na segunda parte os Unaita estiveram mais concentrados, mas mantiveram um ritmo lento, o que ainda assim foi suficiente para dar a volta ao jogo (1-3). Repetiu-se o “filme” da última semana com a equipa do Unaita a guardar-se para a 2ª parte, mas que lhes voltou assim a garantir mais 3 pontos.

MVP Friday FC: João Caldeira

MVP Unaita: Pedro Regageles

 

PFC 3-1 Alba Team

Jogo onde os PFC venceram mas não convenceram. Praticaram um futebol lento e com pouca objetividade, tendo apenas passado para a frente do marcador ao minuto 43. Os Alba Team venderam cara a derrota, estiveram sólidos a defender e sempre muito perigosos no contra ataque. A equipa do PFC entrando com algum favoritismo neste jogo, começa a vencer aos 7 minutos, mas 5 minutos depois surge a resposta do Alba Team que empatam assim o jogo. Até intervalo o resultado não se voltaria a alterar e a surpresa surgiu decorridos 7 minutos da 2ª parte, quando a equipa do Alba Team faz a reviravolta no marcador e se coloca a vencer por 1-2. Dai em diante esta equipa fez tudo para garantir que sairia deste jogo com pontos, mesmo sofrendo o golo do empate 3 minutos depois mantiveram-se concentrados, mas a 1 minuto do fim a equipa do PFC conseguiu garantir aquele que era o seu objetivo, marcando o inevitável Vitctor Spagnol o golo que garantiu os 3 pontos à sua equipa.

MVP PFC: Victor Spagnol

MVP Alba Team: Luís Penajóia

 

Cascais

Domingo, 09 de Abril.

17h30 – Matraquilhos FC 2-6 Amigos do Adriano (Taça Lisboa Grupo E – 1ª Jornada)

18h00 – Os Pétios 9-4 20 Vencer (Taça Lisboa Grupo E – 1ª Jornada)

18h30 – Soft Coffee Elite 5-2 Pinitellos (Taça Lisboa Grupo F – 1ª Jornada)

19h30 – Era Uma Vez 7-7 Heinakeres (Taça Lisboa Grupo G – 1ª Jornada)

20h00 – Friday FC 1-3 Unaita (Taça Lisboa Grupo G – 1ª Jornada)

20h30 – PFC 3-1 Alba Team (Taça Lisboa Grupo H – 1ª Jornada)

 

HDS CLUBE GARANTE VITÓRIA QUE AINDA LHES PERMITE SONHAR COM A DIVISÃO DE ELITE ESTA ÉPOCA!

 

FC Sarrabecos 7-0 WLB

Terminou ao intervalo, por desistência dos WLB, com 7-0 favorável aos Sarrabecos sempre mais perigosos e muito rematadores e os WLB com dificuldade para segurar o ímpeto da equipa adversária e a chegar à baliza contrária. Ainda assim ainda conseguiram um remate sem perigo e uma bola ao poste.

.

InterSac 5-3 Os Lendários

Os Lendários saíram na frente bem cedo fazendo o 1-0, mas a resposta dos InterSac não se fez esperar e veio em força colocando o resultado rapidamente em 3-1, permitindo-lhes um ascendente na partida e obrigando os Lendários a adotarem um postura mais defensiva. Antes do intervalo os Lendários conseguiram equilibrar e visar por diversas vezes a baliza dos InterSac, mas o intervalo chegou sem mais golos. O 2º tempo começou como o primeiro, equilíbrio exibicional, oportunidades de golo de parte a parte mas, nos primeiros minutos, nada de golos. Foram os Lendários a mexer pela primeira vez no marcador colocando o resultado em 3-2 e dando novo fulgor à partida, mas por pouco tempo pois os InterSac voltaram a impor-se e fizeram o 4-2 e o 5-2. Até ao final, os InterSac controlaram o jogo de forma a garantir a vitória, entregando as despesas de jogo aos Lendários que ainda lograram o 5-3, insuficiente para evitar a derrota.

MVP Intersac: Jorge Carvalho

MVP Os Lendários: Diogo Nunes

.

hDs Clube 7-3 Ajax

Jogo muito equilibrado com uma boa exibição de ambas as equipas e luta pela vitória até ao fim. Abriram a contagem os hDs e a resposta do Ajax não demorou muito, depois de terem partido em busca do empate. O jogo entrou num momento de oportunidades de parte a parte mas sem encontrarem ambas as equipas o caminho do golo, no entanto os hDs pareciam estar mais perto, dispondo de mais oportunidades mas que iam ficando algo longe do alvo. Até que a insistência teve frutos e, antes do intervalo, descolaram do resultado fazendo, quase de seguida, o 2-1 e o 3-1 resultado que se manteve até ao intervalo, mas que o Ajax demonstrou não aceitar insistindo no ataque e na procura do golo. No segundo tempo, e tal como acabou o primeiro, o Ajax entrou decidido a discutir ainda a vitória e conseguiu chegar ao empate, apanhando de surpresa os hDs. Com o empate o Ajax cresceu e os hDs sentiram algumas dificuldades para assentar o seu jogo, mas rapidamente se recompuseram e o jogo entrou num período em que o domínio se repartia. A pouco e pouco os hDs começaram a ficar mais perto do golo que acabou por chegar. Com o 4-3 o Ajax ressentiu-se e os hDs foram marcando mais golos e chegaram ao final do jogo garantindo a vitória por 7-3.

MVP hDs Clube: Rogério Ferreira

MVP Ajax: Vitor Silva

 

Sacavém

Domingo, 09 de Abril.

19h30 – FC Sarrabecos 7-0 WLB (SuperLiga Série 1 – 5ª Jornada)

20h00 – InterSac 5-3 Os Lendários (SuperLiga Série 1 – 5ª Jornada)

21h00 – hDs Clube 7-3 Ajax (SuperLiga Série 1 – 5ª Jornada)

GD ZIPZIP VENCE JOGO DIFICIL E SEGUE AGORA COMO ÚNICA EQUIPA INVICTA NA LIGA!

 

GD ZipZip 11-8 Ederzitos

Ascendente no início da partida para os Zip Zip que se colocam bem cedo a vencer por 2-0. Os Ederzitos reagem e conseguem empatar o jogo, numa altura em que o nível exibicional das duas equipas já estava muito próximo. A partir daqui o jogo entrou num ritmo de golo e resposta, até ao 5-5, com intensidade elevada e nenhuma das equipas a desistir perante a desvantagem. Antes do intervalo, os Zip Zip fizeram a diferença e descolaram no resultado chegando ao descanso a vencer por 7-5. Na 2ª parte, os Ederzitos entraram melhor e conseguiram igualar o resultado para 7-7, surpreendidos os Zip Zip partiram de novo em busca do golo e voltaram a ficar em vantagem por 2 golos de diferença. O jogo estava bem vivo, com grandes exibições de ambas as equipas e os guarda-redes em evidência, e os Ederzitos voltaram a reduzir para 9-8 e a darem sinal de que estariam na luta até ao fim. No entanto, acabaram por ser os Zip Zip a revelarem-se melhor na finalização até ao final, fechando o jogo com 11-8 e com Ruben Freitas em grande destaque com um poker.

MVP GD ZipZip: Ruben Freitas

MVP Ederzitos: André Carvalho

 

Sacavém

Domingo, 09 de Abril.

19h00 – GD ZipZip 11-8 Ederzitos (2ª Liga Série 1 – 4ª Jornada)

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.