INTERSAC, BIFANAS TEAM E OF PRODUÇÕES SÃO OS VENCEDORES DA SEMANA!

 

SUPERLIGA SEMANAL

 

REBIS FC 0-7 BIFANAS TEAM

7 GOLOS SEM RESPOSTA NA ESTREIA DOS BIFANAS TEAM!

Jogo de estreia para a equipa da Bifanas Team na competição, frente a uma equipa ainda em fase de adaptação, mas que já mostrou melhorias nesta partida. O jogo iniciou-se com a Bifanas Team no ataque e logo com várias oportunidades de golo, que iam sendo travadas pelo guardião do Rebis FC. A equipa do Rebis FC ia chegando perto da baliza adversária através de contra-ataques e rápidas saídas de bola, estando perto de marcar aos 4 minutos num lance em que apenas com o guarda-redes adversário pela frente, este se saiu melhor e manteve o jogo sem golos. O primeiro golo do jogo surgiu aos 6 minutos, quando após várias tentativas a Bifanas Team encontrou o caminho da baliza por Nuno Pereira. Este mesmo jogador faria 2 minutos depois o 0-2, aproveitando uma bola perdida dentro da área adversária. O jogo foi mantendo sempre a mesma toada, o guarda-redes do Rebis FC Rui Ribeiro ia-se mantendo em maior destaque pelas várias vezes que se mantinha a impedir que a Bifanas Team marcasse mais golos, mas com oportunidade atrás de oportunidade, a Bifanas Team acabaria mesmo por chegar ao 3-0 num remate colocado junto ao poste de Stephane Costa. Até ao intervalo, tempo para mais 2 golos, um após um lançamento lateral e outro de contra-ataque, fechando Leonel Silva e João Monteiro as contas da primeira parte num 0-5. Numa 2ª parte jogada a um ritmo morno, a Bifanas Team limitou-se a gerir o rumo dos acontecimentos, procurou cautelosamente aumentar a sua vantagem e conseguiu chegar ao golo em mais dois momentos até final da partida, chegando João Monteiro ao hat-trick após marcar o 0-6 aos 29 minutos e o 0-7 aos 38 minutos. Excelente inicio para esta estreante equipa, que com apenas um jogo já ocupa o 4º Lugar da classificação.

 

RED AND WHITE ARMY 1-13 INTERSAC

EXÉRCITO DO INTERSAC EXIBE-SE COM GOLOS PARA TODOS OS GOSTOS!

No segundo jogo da jornada enfrentavam-se duas equipas em diferentes posições, estando os Red and White Army ainda à procura dos seus primeiros pontos, contrariamente ao InterSac que no seu primeiro jogo não deixou dúvidas sobre o facto de ser um dos principais candidatos ao título nesta competição. Ainda estava a partida a iniciar-se quando surge o primeiro golo, quando após a cobrança de um livre na linha da área, José Carlos aproveita um conjunto de ressaltos para rematar para o fundo da baliza e abrir assim o marcador. Dois minutos depois surgiu um dos momentos altos da partida, quando aos 4 minutos o guarda-redes do InterSac Paulo Silva remata do meio-campo, apanhando todos desprevenidos e assim faria o 0-2. Após este golo o jogo acalmou, os Red and White Army iam procurando chegar ao golo maioritariamente através de contra-ataques, mas apesar das tentativas desta equipa e também das tentativas adversárias, o jogo manteve-se com o mesmo resultado durante vários minutos. Só já perto do intervalo se voltariam a ver golos, logo com 4 golos no espaço de 4 minutos, acabando todos eles por pertencer à equipa do InterSac com o bis de Pedro Mateus que marcou aos 19 e 20 minutos, o primeiro golo de Paulo Sousa na partida marcado aos 21 minutos e novo bis desta feita de José Carlos, que fechou o resultado ao intervalo num 0-6. Os primeiros minutos da 2ª parte voltaram a ser mais contidos no que toca a golos, o primeiro surge para o InterSac com Tiago Gonçalves a marcar aos 28 minutos, surgindo depois a resposta dos Red and White Army que conseguiriam chegar ao golo através do seu estreante jogador Miguel Paulino, que reduziu para 1-7 ainda com mais 12 minutos para se jogar. Esses 12 minutos tornaram-se infernais para o Red and White Army, que viu até final o seu adversário marcar mais 6 vezes com golos de Rui Ramos, Carlos Santos, Hugo Rocha e Paulo Sousa e Márcio Sousa que conseguiram também bisar nesta partida. Resultado final de 1-13 que já coloca agora a equipa do InterSac na liderança da competição.

 

ARTISTAS DA FARINHA 2-4 OF PRODUÇÕES

EQUIPA COM MAIS RAÇA LEVOU OS 3 PONTOS!

Naquele que se pode considerar o jogo da jornada, duas equipas entravam em campo com diferentes objetivos, procurando os Artistas da Farinha assegurar a sua liderança por mais uma semana, enquanto que os OF Produções tentavam roubar essa liderança ao seu adversário. Entraram assim em campo duas equipas bastante motivadas, dado que ainda não tinham perdido qualquer ponto até à data, começando ligeiramente melhor os OF Produções que individualmente iam tendo mais alguma capacidade para chegar perto da baliza adversária. Apesar disto, a primeira equipa a marcar seria mesmo a dos Artistas da Farinha, num lance simples mas que se provou eficaz, lançando o guarda-redes desta equipa a bola para as costas do defesa adversário onde se encontrava André Sabino, que após uma bela receção não vacilou no momento de abrir o marcador. Durante a restante primeira parte, apesar de ainda surgirem algumas oportunidades para os Artistas da Farinha, o destaque maior foi para o conjunto de vezes que os OF Produções chegaram com perigo à baliza de Gonçalo Oliveira, mas este ia estando imparável no momento de manter a sua equipa na liderança do marcador. Seria apenas já no último minuto da 1ª parte que Afonso Mendes do OF Produções conseguiria quebrar a defesa e o guarda-redes adversário, conseguindo o 1-1 com que o encontro chegou ao intervalo. A começar a 2ª parte, uma equipa mostrou entrar com mais raça que outra, mudando totalmente o rumo do jogo os golos marcados por Afonso Ramos (bis) e Yassin Rafique, aos 30 e 32 minutos respetivamente, que permitiram assim a reviravolta e colocaram a equipa do OF Produções mais segura na partida com uma vantagem de 2 golos. Com cerca de 10 minutos para se jogar, a lesão do guarda-redes dos Artistas da Farinha acabaria por ser uma razão para os colocar logo desde essa fase à procura de chegar ao golo com a estratégia de 5×4, ainda estiveram perto de chegar ao golo algumas vezes, mas seriam ainda assim os OF Produções a beneficiar desta situação, chegando ao 1-4 por Fábio Reis que tirou qualquer dúvida sobre o vencedor desta partida. No último lance antes do apito final, João Vidal ainda reduz através de um livre direto fazendo o 2-4, sendo este golo ainda assim insuficiente para evitar a primeira derrota dos Artistas da Farinha esta época.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.