HDS CLUBE ESPALHOU MAGIA EM CASCAIS!

 

DIVISÃO DE ELITE

 

HAT-TRICK DE HAMID TAHERI EM DESTAQUE, NUMA NOITE INSPIRADISSIMA DOS HDS!

 

FC Sarrabecos 8-5 Portela FC

FC SARRABECOS EM BUSCA DE UMA NOVA PARTICIPAÇÃO NUMA FINAL NACIONAL!

O jogo entre os FC Sarrabecos e os Portela FC, opunha duas das equipas que melhor futebol vinham demonstrando, perspetivando-se um encontro muito disputado e de grande espetáculo e as duas equipas não desapontaram. Adotando estratégias distintas ia-se verificando um encontro de grande intensidade e de alta voltagem, com a equipa dos FC Sarrabecos a adotarem uma estratégia de posse e de constantes triangulações, como é seu hábito, e os Portela FC a optarem por fecharem-se no seu meio campo e surpreendendo através de transições rápidas. Começaram melhor os FC Sarrabecos a conseguirem inaugurar o marcador e dilatá-lo para 2-0 nos minutos iniciais. Mas os Portela FC estavam no encontro para lutar pela vitória e viriam a reduzir o marcador para 2-1, golo que seria de imediato respondido com os FC Sarrabecos a conseguirem fazer o 3-1. Os Portela FC tinham a sua estratégia bem definida e através de duas transições rápidas faziam dois golos de rajada e estabeleciam o empate a 3 bolas. O jogo estava de loucos e até ao intervalo tempo para mais um golo dos FC Sarrabecos, resultando no 4-3 que levavam para o intervalo. A segunda parte não desiludiu as espectativas e o jogo continuou de alto nível. Começaram melhor novamente os FC Sarrabecos a conseguirem iniciar a segunda parte como tinham acabado a primeira e a aumentarem a sua vantagem para 5-3, mas os Portela FC não desanimavam e vendo-se a perder alteraram a sua estratégia, começando a promover uma pressão mais alta no terreno, dificultando a fase de construção dos Sarrabecos e conseguindo reduzir o marcador para 5-4 e mais tarde empatar novamente o jogo. O jogo viria a ser decidido ao minuto 31 com o golo de António Batista a colocar novamente os FC Sarrabecos em vantagem, golo que impulsionou definitivamente a equipa para a vitória, conseguindo marcar por mais duas ocasiões. Resultado final de 8-5, que teve em António Batista dos FC Sarrabecos a sua figura ao apontar 4 golos.

 

Unaita 2-2 Amigos do Adriano

UNAITA E AMIGOS DO ADRIANO MARCAM PASSO NA 1ª JORNADA DA ELITE!

Jogo da Divisão de Elite e como tal, todos esperavam um encontro bastante equilibrado e com um excelente futebol praticado. Assim foi, duas excelentes equipas que se conhecem bastante bem, e que se tinham defrontado na semana anterior para a Taça, apresentaram neste jogo uma estratégia calculosa, sem cometer muitos riscos esperando pelo erro do adversário. Os primeiros 10 minutos foram a um ritmo baixo, ambas as equipas contavam com algumas baixas no seu 5 inicial, sendo que era desta forma que a equipa adversária procurava encontrar a fraqueza do seu oponente. Os Amigos abriram o marcador pelo inevitável João Rafael, o “Homem Golo” da equipa de azul, que dois minutos depois viria a dilatar o marcador (0-2), numa altura em que o Unaita estava pouco esclarecido em campo. A partir deste momento o jogo ganhou uma nova chama, com os Unaita a correrem atrás do prejuízo e com os Amigos a tentarem segurar a vantagem de dois golos. Porém, no último minuto da primeira parte, Frederico Rilhas viria a reduzir o marcador reacendendo a esperança para a equipa de preto. Na segunda parte tivemos um jogo com um ritmo mais aceso, com os guarda-redes a terem muito mais trabalho, num jogo mais rijo e com muito contacto físico. Já nos últimos minutos, quando os Unaita estavam cada vez mais em cima dos Amigos, surgiu o momento do jogo, quando João Loureiro, GR dos Unaita, através de um pontapé fortíssimo ainda antes do meio campo, restabeleceu a igualdade, repondo a justiça no marcador. Até ao final do encontro ambas as equipas podiam ter voltado a marcar, mas o empate acabou por prevalecer.

 

PFC 1-8 hDs Clube

TEMOS CANDIDATO!

Num dos jogos mais aguardados da jornada, encontraram-se os “PFC” e os “hDs Clube”. Se no início se perspetivava um jogo equilibrado, rapidamente se percebeu que os PFC, apesar da qualidade apresentada pelos seus jogadores nas edições anteriores, hoje iriam ter muitas dificuldades contra esta equipa dos hDs Clube, que apresentavam jogadores de grande qualidade, que agregados a uma dinâmica coletiva muito forte, com movimentações muito rápidas e coordenadas, chegam a esta edição de Inverno como um dos principais candidatos ao título. Assim não foi de estranhar que começassem logo desde cedo a vencer este encontro, não dando grandes hipóteses para os PFC espalharem o seu futebol, chegando ao intervalo com uma diferença já de 4 golos no marcador. Na 2ª parte os hDs Clube continuaram a exercer o domínio no jogo, baixando no entanto ligeiramente o ritmo, mas onde nem por isso deixaram de fazer golos. Nos PFC, destacar o golo de honra marcado pelo seu capitão, que não deixou que a sua equipa saísse deste jogo em branco, mas em maior destaque esteve a inspirada equipa dos hDs que consegue uma vitória por uma margem importantíssima, que lhes pode ser muito proveitosa no final da época.

 

2ª LIGA APURAMENTO DE CAMPEÃO

 

OS MARRETAS E CAFÉ PAULO B. SANTIAGO NA FRENTE DA CORRIDA PELO TÍTULO!

 

Café Paulo B. Santiago 4-2 Surprise Team

INCERTEZA ATÉ À ULTIMA NA VITÓRIA DO CAFÉ PAULO B. SANTIAGO!

Os Café Paulo levaram a melhor sobre os Surprise Team. Registo para um jogo muito equilibrado e disputado, com as duas equipais a disputarem o jogo a meio campo e a reduzirem muito o espaço de construção da sua adversária. Começaram melhor os Café Paulo a abrir o marcador, resultado do maior tempo em posse de bola no meio-campo adversário, contra uma equipa dos Surprise Team que apostavam no equilíbrio defensivo, de modo a não sofrer golos e em saídas rápidas para o ataque aproveitando os desequilíbrios adversários, conseguindo perto do intervalo estabelecer o empate com um golo de Francisco Freitas. Na segunda parte o equilíbrio manteve-se com as duas equipas a entregarem-se ao jogo, e a dificultarem a sua adversária ao máximo, sendo mais uma vez os Café Paulo a conseguirem marcar em primeiro lugar colocando-se a vencer por 2-1. Resultado que se manteve até bem perto do final onde os Surprise Team conseguiram chegar ao empate a 2 golos. Os Café Paulo que até então apresentavam-se como a equipa mais perigosa, não desistam do seu objetivo, e seriam recompensados com mais 2 golos já ao cair do pano, que lhes garantia a vitória final por 4-2, tendo em Cláudio Rosado a sua grande figura ao apontar 3 golos.

 

Golden Boys 7-11 Os Marretas

OS MARRETAS PARTEM NA FRENTE PELA CORRIDA AO TÍTULO!

Jogo de Loucos em Cascais, a contar para o apuramento do campeão da 2ª Liga. Duas equipas que já se conheciam muito bem, a jogarem pela terceira vez esta época, tendo os outros dois jogos acabado com uma vitória para cada lado. Hoje era assim o dia de desempatar esta rivalidade. O jogo começou ligado à corrente e nos primeiros 10 minutos já registava um 3-3 no marcador, que espelhava o equilíbrio que se estava a assistir no encontro. Toni Cabral, o “Homem Sim” do jogo da equipa dos Marretas, viria a fazer depois o 3-4, mas no último minuto da primeira parte, Bernardo Inácio voltaria a restabelecer a igualdade a 4 bolas. A 2ª parte viria a recomeçar como terminou a primeira, com mais um golo de Bernardo Inácio, a trazer a vantagem para a sua equipa pela primeira vez no encontro. Nesta altura surge novamente Toni Cabral, que já tinha sido assistido devido a lesão, para promover a reviravolta no encontro assinando mais três golos (já eram 5). Os Marretas não saíram mais da frente do marcador, os Golden Boys ainda tentaram fazer 5 para 4 colocando guarda-redes avançado, mas essa estratégia acabou por dilatar ainda mais o marcador, concluindo-se esta partida com uma vitória para os Marretas, por uma margem importante de 4 golos.

 

LIGA DE INVERNO SÉRIE 1

INTERSAC ARRANCA A TODO O GÁS, MAS GD ATALAIENSE MANTÉM LIDERANÇA!

 

GD Atalaiense 5-5 Nikita

JOGO EQUILIBRADO RESULTA EM EMPATE!

O GD Atalaiense e o Nikita encontraram-se na primeira jornada da Liga de Inverno, resultando num empate a 5 bolas. O jogo contou com uma primeira parte muito equilibrada e disputada, com as duas equipas a procurarem superiorizar-se à sua adversária. Apostando as duas num jogo de transições rápidas e procurando sair rápido sempre que recuperavam a bola de modo a surpreender a sua adversária, começaram melhor os Nikita a abrir o marcador á passagem do minuto 5 e a alargar o marcador para 0-2 minutos depois. Mas aberto como estava o jogo, os golos podiam surgir para qualquer dos lados e não baixando os braços os GD Atalaiense conseguiram chegar ao empate ainda antes do intervalo, estabelecendo o 2-2 que chegaria ao intervalo. A segunda parte abriu com um golo dos GD Atalaiense, com Miguel Silva a colocar a equipa pela primeira vez na frente do marcador, e a consegui-lo novamente mais tarde dilatando a vantagem para 4-2. A duas equipas continuavam empenhadas em lutar pela vitória e a emoção e incerteza do resultado voltaria, com Nataneal dos Nikita a reduzir para 4-3 e mais tarde estabelecer a igualdade a 4 bolas. Até final as duas equipas tentaram alcançar o golo que lhes garantiria a vitória e a primeira equipa a ter esse gosto foram os Nikita a conseguirem colocar-se perto do final em vantagem. Mas nenhuma das duas equipas merecia sair derrotada e mesmo ao cair do pano o empate era fixado pelos GD Atalaiense. Empate a 5 bolas num jogo que teve em Miguel Silva dos GD Atalaiense e Natanael Sousa dos Nikita, as figuras ao apontarem 3 golos cada.

 

Gin & Ais FC 4-7 Super-Fraquinhos

SUPER FRAQUINHOS INICIAM LIGA DE INVERNO COM VITÓRIA!

Os Super Fraquinhos venceram os Gin&Ais. Começaram a todo o gás os Gin&Ais a conseguirem inaugurar o marcador logo nos primeiros minutos. Do que restou da primeira parte registo para um jogo muito disputado, com as duas equipas a protagonizarem um jogo muito equilibrado, com o seu processo defensivo a superiorizar-se aos ataques adversários, chegando ao intervalo com apenas 1-0 no marcador. A emoção estava guardada para a segunda parte com as duas equipas a empenharem-se na obtenção da vitória, resultando num jogo aberto. Começaram melhor os Super Fraquinhoss a conseguirem empatar o jogo, e a conseguir assumir o domínio do mesmo, passando mais tempo em posse de bola no meio-campo adversário, enquanto que a equipas dos Gin&Ais apostavam agora num jogo de transições, conseguindo desta forma colocar-se novamente em vantagem por 2-1. Apesar do golo sofrido os Super Fraquinhos apresentavam-se mais fortes e perigosos, superioridade essa que se traduziria em golos, mais concretamente em 3, que colocava a equipa a vencer por 2-4, golos que embalaram de vez os Super Fraquinhos para a vitória, conseguindo faturar por mais 3 ocasiões, apesar do esforço final dos Gin&Ais que até final conseguiu fazer mais 2 golos. Vitória final dos Super Fraquinhos por 4-7, que teve em Adilson a sua figura ao apontar 4 golos.

 

Canelas FC 2-10 InterSac

CANDIDATO À CONQUISTA DA LIGA DE INVERNO ENTRA COM TUDO!

Os InterSac levaram de vencidos os Canelas FC na primeira jornada da liga de Inverno. Registo para um início de jogo equilibrado, onde as duas equipas apostaram num futebol apoiado, promovendo uma circulação rápida e a poucos toques procuraram destabilizar a sua adversária, que sempre que se encontrava em processo defensivo ia fechando o caminho da sua baliza com sucesso. O marcador mudaria pela primeira vez à passagem do minuto 8, com Tiago Gonçalves a marcar para os InterSac. O equilíbrio mantinha-se e poucos minutos depois os Canelas FC restabeleciam o empate por intermédio de Pedro Gonçalves. O jogo mantinha-se em aberto, mas o segundo golo dos InterSac viria a alterar o rumo do encontro, impulsionando a equipa para uma vitória confortável e volumosa, aumentando o seu domínio no jogo à medida que os golos iam surgindo, chegando ao intervalo a vencer por 1-6. Na segunda parte o domínio do jogo manteve-se para os lados do InterSac, conseguindo dilatar a sua vantagem, contra uma equipa dos Canelas FC que nunca mais conseguiu reentrar no jogo. Vitória final dos InterSac por 2-10, que teve em Rui Ramos a sua figura ao apontar 3 golos.

 

Tattus A.A. 7-6 Os Cansados

NO FINAL A VITÓRIA SORRIU AOS TATTUS!

O jogo que opôs os Tattus A.A e os Cansados, opôs duas equipas muito equilibradas, que procuraram adotar estratégias ofensivas e despreocupadas em termos defensivos, resultando num jogo com muito golos de parte a parte e em que a incerteza do vencedor se manteve até final. Começaram melhor os Cansados com Gelson Tavares a abrir o marcador, golo esse que viria a ser respondido no minuto seguinte com os Tattus A.A a estabelecerem o empate através de Edu Souza. Este golo impulsionaria os Tattus A.A para um domínio momentâneo do jogo que se traduziria em mais dois golos, colocando-se a vencer por 3-1. Mas os Cansados não desanimavam e tentavam equilibrar o jogo, aproveitando algumas dificuldades no processo defensivo dos Tattus, conseguindo alcançar novamente o empate com dois golos. As duas equipas apostavam tudo no seu ataque resultando em várias situações de finalização para os dois lados, saindo a sorte aos Tattus A.A ao fazerem o seu quarto golo já perto do intervalo, verificando-se ao descanso um resultado de 4-3 favorável aos Tattus A.A. Na segunda parte as duas equipas mantiveram o mesmo registo, mantendo a sua mira na baliza contrária. Começaram melhor os Tattus.A.A a aumentarem a sua vantagem com um golo de Eder Souza, golo que seria respondido de imediato pela equipa dos Cansados, a marcarem dois golos e a conseguirem colocar o marcador novamente empatado, desta feita a 5 golos. O jogo mantinha-se em aberto e as duas equipas iam criando situações de golo, sendo novamente os Tattus.A.A mais eficazes e a conseguirem garantir a vitória com mais dois golos que seriam suficientes para festejar, apesar ainda da insistência da equipa dos Cansados que até final reduziram o marcador para 7-6. Vitória dos Tattus A.A por 7-6 que tiveram em Eder Souza e Paulo Silva com dois golos cada, as suas figuras.

 

Ajax 3-6 Os Cariocas

VITÓRIA SURGIU APÓS O INTERVALO!

O jogo entre os Ajax e os Cariocas, opôs duas equipas com estratégias distintas. A equipa dos Cariocas com bola, iam tentando através de um futebol mais apoiado desequilibrar uma equipa dos Ajax que apostavam numa estratégia mais conservadora, esperando pelo seu adversário, fechando com sucesso os caminhos para a sua baliza e explorando o contra-ataque e as saídas rápidas para causar perigo a uma equipa dos Cariocas que iam apresentando dificuldades no momento de transição defensiva, sendo assim que os Ajax conseguiram abrir o marcador e poucos minutos depois colocar-se em vantagem por 2-0. Apesar da desvantagem os Cariocas continuavam empenhados no seu objetivo, conseguindo de imediato reduzir para 2-1. Momentos depois através de um livre os Ajax aumentavam novamente a sua vantagem alcançando o terceiro golo. Mas os Cariocas com o seu futebol mais estruturado não baixavam os braços e na procura de reduzir o prejuízo iam encostando cada vez mais a equipa dos Ajax á sua baliza, conseguindo chegar ao 3-2 e momentos depois estabelecer o empate a 3 golos, resultado que se verificaria ao intervalo. Na segunda parte a maior organização dos Cariocas traria frutos, conseguindo manter-se mais organizados, fechando com sucesso os caminhos para a sua baliza e aproveitando os desequilíbrios da equipa dos Ajax para sentenciar o jogo com 3 golos sem resposta. Vitória dos Cariocas por 3-6 com Gonçalo Carvalho a ser a figura ao apontar 4 golos.

 

LIGA DE INVERNO SÉRIE 2

 

ESTREANTES DÃO CARTAS, EM TARDE DE GRANDE INSPIRAÇÃO DOS ERA UMA VEZ!

 

Super Bock Team 5-2 Fuminense FC

MÃO CHEIA NA ESTREIA DO SUPER BOCK!

O domingo de futebol começou com um jogo entre estreantes no campo do Myindoor de Cascais, os “Super Bock Team” e os “Fuminense”. Logo desde o início que as duas equipas mostraram bem ao que vinham, onde os Super Bock Team assumiram um maior protagonismo inicial, fazendo 2 golos logo nos primeiros minutos. No entanto os Fuminense conseguiram reduzir logo de seguida com um grande golo. Mesmo assim este golo não veio diminuir o ascendente da equipa dos Super Bock Team, que até ao fim da 1ª parte estiveram sempre por cima do jogo, conseguindo dilatar a vantagem numa bela triangulação coletiva. De destacar ainda o azar que se abateu durante este jogo no que toca a lesões, que obrigaram ambas as equipas a realizarem substituições forçadas, sendo que se pode dizer que os mais prejudicados acabaram por ser os Fuminense que ficaram sem o seu GR, que até aí estava a realizar uma grande exibição. Na 2ª parte, a equipa que estava a perder, mesmo desfalcados conseguiram equilibrar e muito a partida, conseguindo fazer o 3-2 deixando sempre a sensação de que o empate podia acontecer a qualquer momento (as duas bolas nos postes da baliza adversária foram prova disso), e mesmo com um jogador de campo na baliza. Contudo esse golo não chegou e foram mesmo os Super Bock Team a marcar, e por duas vezes, estabelecendo o resultado final em 5-2 a seu favor.

 

Era Uma Vez 11-1 Os Panteras Negras

HUGO VARGEM E PAULO OLIVEIRA APONTARAM 7 DOS 11 GOLOS DA SUA EQUIPA!

Num jogo com pouca história para contar e onde os Era uma vez assumiram desde cedo o domínio do jogo, chegando ao intervalo com um 5-1 no marcador, há apenas a destacar uma expulsão na equipa dos Panteras Negras, que foi o culminar de algum descontrolo emocional que com o decorrer do jogo se ia acentuando, à medida que o marcador ia crescendo. A imagem deixada não foi porventura a melhor, mas esta equipa tem margem de progressão e melhores dias virão certamente. Fica para a história o resultado final de 11-1 para um Era Uma Vez mais forte, com destaque para o Póquer de Hugo Vargem e para o hat-trick de Paulo Oliveira.

 

Ederzitos17 1-4 Cevada Team

ESTREIA SEM VERGONHAS DO CEVADA TEAM GARANTIU OS 3 PONTOS!

Os Ederzitos foram a equipa que teve a responsabilidade de receber os estreantes do Cevada Team. Os Cevada Team não se sentiram intimidados e logo ao 6 minutos, Deyvid Ferreira abriu o marcador, e logo dois minutos depois Gabriel Rodrigues voltaria a marcar para os estreantes, resultado que se registou ao intervalo (0-2). Na 2ª parte os Ederzitos tentaram explorar as fraquezas dos Cevada e João Afonso reduziu para (1-2). Quando parecia que os Ederzitos poderiam restabelecer a igualdade surge Victor Costa, que com dois golos acabou com a esperança do seu adversário, fixando o resultado final em 1-4.

 

Balazio 2-3 Alba Team

PENAJOIA EMENDA O GUIÃO DESTE FILME!

O que significa Balazio? Quem quiser saber realmente o que é um verdadeiro “balazio” em termos futebolísticos, deve pedir a cassete do 1º golo deste jogo, pois foi um autêntico tiraço aquele que que fez balançar pela 1ª vez as redes, num remate indefensável do número 3 da equipa dos Balazio. No entanto, nem só de balazios se fez este jogo e existiram muitos e bons motivos para este ser lembrado, com duas equipas a querer jogar, com futebol de qualidade e dentro de um espírito desportivo de salutar e onde o golo podia surgir a qualquer momento para qualquer equipa. Dentro deste contexto, foram os Alba Team que conseguiram chegar ao 1-1, resultado com que se chegou ao intervalo. A 2ª parte pode-se dizer que foi praticamente uma fotocópia da 1ª parte, com o golo inicial dos Balazio num belo pormenor técnico de um dos seus jogadores, ao picar a bola sobre o GR adversário. Pouco tempo depois os Alba Team restabeleceram a igualdade, parecendo que as duas equipas iriam repetir o mesmo “texto” da 1ª parte. Contudo, o único pormenor que foi novidade foi o corte com o braço dentro da área dos “Balazio” já mesmo em cima do apito final, que permitiu a Penajoia, qual diretor cinematográfico, mudar o guião proposto e assim dar a vitória aos Alba Team, convertendo a grande penalidade.

 

Real Daqui 4-5 FC Columbus

DAQUI NÃO LEVAM NADA!

Último jogo do dia e ninguém pode dizer que tenha acabado mal. Num jogo muito intenso e disputado desde o apito inicial, foram os FC Colombus os primeiros a chegar ao golo. Este golo funcionou como despertador para os Real Daqui, que partiram em busca da reviravolta, algo que conseguiram antes do término da 1ª parte. Na 2ª parte e com a diferença mínima no marcador, continuou a imperar a imprevisibilidade no jogo, pautado por muitas transições de parte a parte, proporcionando muitas oportunidades para as duas equipas fazerem balançar as redes, algo que ambas conseguiram, mesmo estando muito perdulárias. E foi numa dessas transições, neste caso numa perdida logo no início da jogada pelos FC Colombus, que permitiu ao nº11 dos Real Daqui assinar o momento alto de domingo. Júnior Pires à entrada da área e cara a cara com o GR adversário, e com este ligeiramente adiantado, inventou um momento de magia que faria levantar qualquer estádio, levantando a bola e fazendo um chapéu de outro mundo, que até Lionel Messi aplaudiria de pé. Quando se pensava que o jogo iria terminar empatado a 4, e numa jogada de insistência dos FC Colombus, obrigam o GR Sérgio dos Real Daqui a uma grande defesa, mas na recarga este acaba por defender já fora da área, levando o árbitro a exibir o respetivo cartão vermelho já dentro do último minuto de jogo. Livre de laboratório e golo para a equipa contrária, acaba por ditar a derrota e no próximo jogo irão apresentar uma ausência de peso na baliza.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.