ENTREVISTA A TIAGO MONTEIRO, CAPITÃO DO LEÕES DE VENEZA (SUPERLIGA PORTO): «ACREDITAMOS QUE ESTA ÉPOCA PODEMOS CHEGAR À FASE FINAL»

A equipa do Leões de Veneza já conta com algumas épocas na Superliga. Ainda se lembram dos primeiros passos nas nossas Competições?

Claro que sim! Salvo erro, penso que foi há cerca de 3 anos que começámos esta nossa viagem pelo projecto Superliga Futebol 7.

Qual foi o motivo para, na altura, integrarem a Superliga?

Primeiro porque todos nós gostamos de Futebol, seja a praticar, observar, ou até mesmo “discutir”, e segundo porque grande parte do plantel é constituído por jogadores que foram federados, e muitos deles actualmente ainda jogam. Podendo aliar isso à amizade que nos une, é ouro sobre azul.

A equipa já estava formada ou já se conhecia?

Pensada sim, formada não. Como a maior parte deixou de jogar depois de terminado o percurso na formação, era hábito nós nos juntarmos para uma partida de futebol de 5, no mínimo 2 vezes por semana. Um colega nosso começou a jogar numa outra Liga, com formato semelhante, e picou-nos no sentido de ganharmos coragem e formarmos a equipa e levar estas “reuniões” mais a sério. Daí, surgiu a formação da nossa equipa de futebol com o nome do clube da cidade do Porto que já existe desde 1978 (Grupo Desportivo Leões do Veneza).

Que aspirações tem a equipa para a presente época desportiva, em todas as provas em que está inserida?

O nosso objectivo passa sempre por vencer todos os jogos/competições em que entramos. Estamos cientes que existem outras grandes equipas como nós, no entanto acreditamos que esta época podemos chegar à Fase Nacional.

Como classifica o momento actual da equipa?

Excelente. Penso que não há melhor palavra para o descrever. A equipa joga descontraída, com as rotinas que temos vindo a treinar, está cada vez mais confiante no processo defensivo e isso nota-se no relvado. Apesar de haver sempre alguns ajustes em cada época, a base mantém-se a mesma por isso a forma de jogar cada vez mais consolidada.

Qual a disposição táctica em que a equipa se sente mais confortável a jogar?

Normalmente utilizamos o 2-3-1, mas gostamos também de variar para 1-4-1 dependendo do que o jogo assim obriga.

Como classifica o estilo de jogo da equipa? Têm alguma forma específica de jogar?

À imagem daquilo que Pep Guardiola tenta incutir por todas as equipas que passou, procuramos sempre ter a posse da bola maioritariamente connosco. Não só permite diminuir a probabilidade de concedermos golos, como obriga a um desgaste maior por parte do adversário. Contudo a equipa também se sente confortável a defender atrás da linha da bola, se assim o treinador o entender, para sair rápido para o ataque e finalizar em pouco tempo.

Quais as qualidades que realça da sua equipa, e quais as vertentes que gostaria de ver melhoradas?

Qualidade técnica, posicionamento defensivo e entrega ao jogo. Podemos, e devemos, melhorar a nossa eficácia frente à baliza, como a concentração em determinados momentos.

Qual é o jogador que o impressiona mais na equipa? 

Miguel Moreira, sem dúvida alguma. Jogo com ele desde as Escolinhas do Salgueiros, conheço perfeitamente a sua forma de jogar, virtudes, defeitos, e é o jogador mais completo com quem joguei. Ainda hoje consegue estar sempre um passo à frente de todos nós. É um jogador mentalmente muito forte, com toque de bola e tacticamente exímio.

Há algum jogador de outra equipa da Superliga que desejasse ter na sua?

Não querendo descurar o talento individual que cada equipa tem, digo nenhum. Os Leões de Veneza valem por aquilo que o colectivo faz, e não pelas individualidades.

Há alguma equipa da Superliga que o cative pelo seu estilo de jogo, ou mesmo pelas individualidades?

Sim, existem algumas. Pelo estilo de jogo os Dream Team FC, e pelas individualides os FC Zinde (só os vi jogar uma vez e não tive oportunidade de analisar ao detalhe. Tecnicamente são muito bons).

Existe algum rival, ou uma equipa que temem ao longo da época?

Temer é uma palavra muito forte. Penso que nesta liga ninguém teme ninguém, pelo contrário estamos sempre ansiosos pelos jogos com as melhores equipas para podermos demonstrar o nosso valor e ganhar, claro.

Existe alguma palestra motivadora antes de iniciar os jogos?

Sempre! Antes de cada jogo o nosso treinador Artur Monteiro transmite a sua opinião sobre o adversário em questão, o que quer que façamos em campo e qual o 7 Inicial. Depois disso passa a palavra aos capitães, antes do Grito final que fazemos em todos os jogos.

Esta época conta 7 vitórias, e 1 empate, e não tem qualquer derrota em nenhuma das 2 competições (Liga e Taça). Que análise faz à prestação da equipa até à data?

O registo fala por si só. Temos estado coesos, sofrido poucos golos e conseguido ganhar com qualidade. A fase mais complicada ainda aí vem, mas estou seguro que daremos o nosso melhor para seguirmos em frente, rumo aos nacionais. A próxima fase é que nos mostrará realmente se melhoramos ou pioramos, face ao nosso registo ascendente nas últimas temporadas.

Em breve irão defrontar o Feel Nato Team, equipa que se encontra actualmente no 4º posto. Que antevisão faz desta partida?

São uma equipa com experiência e que marca muitos golos. De certeza que vamos querer impor o nosso estilo de jogo, mas sempre com muita atenção ao sector mais ofensivo deles, e também à forma como vão estar dispostos no terreno de jogo. Vai ser um jogo interessante.

Pelo que já observou das equipas presentes na Superliga Porto, que observações retirou das equipas presentes? Acha que a Liga está competitiva, ou há um pequeno lote de equipas que poderá sonhar com o título?

Todas as equipas que passarem à fase seguinte podem sonhar com o título! Desde que jogamos este novo formato, temos vindo a aprender que cada jogo é uma final e nunca podemos dar nenhum como vencido/perdido, pois a qualidade é muita. As equipas mantêm-se muito idênticas, tais como o Forças Segurança, Dream Team, Zinde, Juventus, equipas que se estão em boa forma dão luta em cada lance. Por isso sim, na minha opinião, a Liga está muito competitiva.

Já disputaram jogos sem conta na nossa Liga, mas qual o jogo mais inesquecível que já viveu?

Na 1ª época que fizemos na Superliga, tivemos um jogo de loucos contra os Forças Segurança Unidas que ficou 4-4, com alterações constantes em quem ia à frente do marcador. Foi o jogo mais bem conseguido da nossa equipa, apesar de não termos ganho.

Qual é o clima que se vive no Porto com os restantes capitães de equipa?

O clima que se vive é de competição amigável, não poderia ser outro. Cada equipa joga como entende que é a melhor forma de jogar, e temos de saber lidar com isso. Todos querem vencer, mas isso não é possível. É Futebol!

E relativamente à Superliga, de uma forma geral, acha que tem melhorado de época para época? Que classificação atribuiria?

Numa escala de 0 a 5, e como é um projecto relativamente recente (há menos de 10 anos criado), atribuiria um 3. Esta nota porque acredito que já chegámos a um patamar de consolidação, a nossa Liga e a organização têm feito um trabalho muito bom nesse sentido, mas como em todos os projectos temos margem para poder melhorar e tornar este campeonato ainda mais aliciante para os seus participantes.

Que aspectos gostaria de ver melhorados?

O formato do campeonato penso que ainda pode ser melhorado, mas isso deixo para a organização decidir.

Para terminar, gostaria de deixar alguma mensagem aos seus jogadores, ou mesmo a quem nos está a ler?

Sim claro. Agradecer aos meus jogadores pelo empenho e dedicação colocados nestes anos em que já jogámos juntos, e espero que nos seguintes o sucesso venha a ser ainda maior. Rumo ao Nacional Malta!

QUEM SOMOS NÓS??? LEÕES!!!

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.