ENTREVISTA A RICARDO ALMEIDA, CAPITÃO DO CAFÉ TREVOS (SUPERLIGA LEIRIA): «HOJE OS OBJECTIVOS SÃO OUTROS, GANHAR!»

A equipa do Café Trevos já conta com algumas épocas na Superliga. Ainda se lembram dos primeiros passos nas nossas Competições?

– Sim, estamos presentes desde o início da criação desta competição. Inicialmente com um nome de equipa diferente, metodologias e ambições diferentes. Mas as coisas foram evoluindo e hoje somos uma equipa competitiva, com um “nome” já nesta competição. E o objectivo passa por chegar cada vez mais longe nas competições finais.

Qual foi o motivo para, na altura, integrarem a Superliga?

– Inicialmente, passava por aliar o prazer de jogar futebol com a competição. O foco era apenas jogar futebol, não interessava o resultado final mas hoje os objectivos são outros, ganhar!

A equipa já estava formada ou já se conhecia?

-Na altura a equipa já estava formada quando iniciámos esta competição. Pertencíamos a uma outra equipa.  Só na época seguinte é que criámos “um novo projecto”, com o nosso patrocinador Café Trevos, e juntámos os nossos amigos e hoje somos uma equipa com uma estrutura familiar e competitiva.

Que aspirações tem a equipa para a presente época desportiva, em todas as provas em que está inserida? Acha que a equipa do pode ser uma séria candidata ao título?

– Para esta época foi traçado um plano onde temos o nosso foco principal na fase final da Superliga Futebol 7. Com isto, estamos automaticamente a candidatarmos ao título nesta primeira fase, e como no ano passado passamos em primeiro lugar na fase de grupos e perdemos logo no primeiro jogo do “Mata-Mata”, temos como meta chegar aos quartos de final da fase final.

Como classifica o momento actual da equipa?

-A equipa está numa fase de entrosamento. O sucesso tem aberto as portas para outras competições a alguns elementos da equipa, o que é bom. Tivemos algumas saídas mas a estrutura mantém-se. E temos a melhorar de semana após semana.

Qual a disposição táctica em que a equipa se sente mais confortável a jogar?

-Não temos um esquema táctico pré definido. Normalmente, pela observação dos adversários, temos um esquema de jogo diferente o que faz com que a disposição táctica mude de jogo para jogo.

Como classifica o estilo de jogo da equipa? Têm alguma forma específica de jogar?

– Se fizermos uma análise, e percebermos o quão personalizados jogamos, posso dizer que somos uma equipa organizada e “matreira”.

Quais as qualidades que realça da sua equipa, e quais as vertentes que gostaria de ver melhoradas?

-As qualidades da nossa equipa são a união e o espírito de compromisso o que nos torna mais homogéneos. As vertentes a melhorar passaria por conseguir juntar à equipa uma equipa técnica para nos tornarmos ainda mais equipa.   

Qual é o jogador que o impressiona mais na equipa?

-Sem dúvida o João Oliveira. Tem estado bem em todas as épocas, não sabe jogar mal, e podia ser congratulado com uma chamada à Selecção Nacional de futebol 7.

Há algum jogador de outra equipa da Superliga que desejasse ter na sua?

-Sim. O Tiago Carmo é um jogador que gostaria que fizesse parte da nossa equipa, já esteve com a nossa equipa nas fases finais, mas nunca o conseguimos ter nestas primeiras fases.

Há alguma equipa da Superliga que o cative pelo seu estilo de jogo, ou mesmo pelas individualidades?

-Sim a equipa campeã nacional a Central Mensageiro está no topo do ranking e tem muito bons jogadores.

Existe algum rival, ou uma equipa que temem ao longo da época?

– Sim, a equipa Associação Recreativa Batalhense teve um início de época bastante bom. Estão isolados no primeiro lugar com nove pontos. Os Barrigudos reforçaram-se, estão neste momento em segundo lugar. São duas equipas a ter em conta esta época.

Existe alguma palestra motivadora antes de iniciar os jogos?

-Não. Simplesmente falamos sobre o adversário. E tentamos arranjar soluções para o podermos anular.

Esta época conta com uma vitória e um empate em 2 jogos realizados. Que análise faz à prestação da equipa até à data?

-Estamos a sofrer muitos golos, neste momento com oito sofridos em dez marcados. Na realidade esse sector teve algumas mudanças e ainda estamos a procura de melhores soluções. Mas ainda há espaço para melhorar.

Em breve irão defrontar o Cool Bar Team (ex-Marinha United), que já bem conhecem, para a 1ª Jornada da Taça. Que antevisão faz desta partida?

-Vai ser um jogo difícil. Conhecemos os jogadores adversários. Tem boas individualidades. Mas nós estamos confiantes.

Pelo que já observou das equipas presentes na Superliga Leiria, que observações retirou das equipas presentes? Acha que a Liga está competitiva, ou há um pequeno lote de equipas que poderá sonhar com o título?

-Este ano existe mais qualidade o que faz com que a competitividade seja maior. E qualquer das três primeiras equipas pode ser campeã.

Já disputaram jogos sem conta na nossa Liga, mas qual o jogo mais inesquecível que já viveu?

– Sem duvida, que o mais inesquecível foi o jogo contra a equipa FLORGRADE no 1º jogo da Taça Regional da época transacta, e perante um jogo bastante intenso e disputado, a nossa equipa acabou por vencer por 3 x 2.

Qual é o clima que se vive em Leiria com os restantes capitães de equipa?

-Um ambiente amigável. Em geral existe respeito e Fair Play.

E relativamente à Superliga, de uma forma geral, acha que tem melhorado de época para época? Que classificação atribuiria?

-Nota-se que está melhor. É óbvio que existe sempre espaço para melhorar. Mas em geral está melhor.

Que aspectos gostaria de ver melhorados?

– Na minha opinião, um dos aspectos a melhorar, seria em relação ao papel dos árbitros nesta competição. E para isso tem que ser indivíduos responsáveis por fazer cumprir as regras, o regulamento e o espírito do jogo e intervir sempre que necessário, no caso quando uma regra é violada ou algo incomum ocorre. Mas para isso acontecer tem que ser árbitros “com formação”. Talvez uma parceria com alguma associação de árbitros fosse positivo para melhorar este aspecto nesta competição.   

Para terminar, gostaria de deixar alguma mensagem aos seus jogadores, ou mesmo a quem nos está a ler?

-Sim, futebol é entretenimento venham assistir aos jogos e apoiar a sua equipa.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.