DREAM TEAM DERROTA VICE-CAMPEÕES DA ELITE E ALCANÇA NOVA MEIA-FINAL DA TAÇA!

 

TAÇA DE LISBOA

DREAM TEAM E CRAMEM FORAM AS MAIORES SURPRESAS DOS QUARTOS-DE-FINAL!

 

CRAmem 5-3 Tubarões FC

AVANÇA O CRAMEM!

Como em todos os jogos dos Tubarões FC, estes começaram muito bem, arriscando mais remates de longe e levando perigo para o guarda-redes adversário em algumas ocasiões. A equipa do CRAmem fez o mesmo e conseguiu alguns momentos de perigo com remates distantes. A equipa do CRAmem aproveitou uma falha defensiva dos Tubarões e marcou o primeiro golo do jogo aos 9 minutos por Diogo Gomes. Ao fim da primeira parte, João Lemos empatou o jogo para os Tubarões. Na segunda parte as coisas começaram a ficar mais interessantes. O jogo mudou completamente e tornou-se mais competitivo e bonito de se ver. Logo no início, Karin Pacheco fez uma bela jogada individual e colocou os Tubarões à frente do placar. De livre, Diogo Gomes fez o seu segundo golo e o segundo da equipa, empatando a partida novamente. Foi o golo que animou a equipa do CRAmem e os levou a marcar mais 3 para fechar o placar em 5×3, avançando assim desde já para as Meias-Finais da principal Taça de Lisboa na sua época de estreia.

 

RedTails United 1-1* New Team – Est. da Amadora

NEW TEAM APURA-SE PARA AS MEIAS-FINAIS MAS APENAS EM PENALTIS!

O Jogo começou bastante intenso e equilibrado. As duas equipas provuravam o golo e levaram perigo aos guarda-redes. Logo aos 3 minutos, Tiago Silva dos RedTails, abriu o placar com um belíssimo golo de livre. Depois disso, as equipas não foram capazes de superar as defesas adversárias e o jogo ficou sem golos até à segunda parte. Aos 30 minutos, Ricardo Oliveira marcou para o New Team e empatou a partida. Este empate estendeu-se até o fim do jogo e levou a decisão para os penaltis, onde a equipa do New Team foi mais eficaz e avançou para a Semi-Final da Taça.

 

Central Mensageiro 13-5 Mamas FC

CENTRAL MENSAGEIRO COM PONTARIA AFINADA!

O jogo começou bastante intenso e logo no início a equipa do Central Mensageiro marcou um belo golo por Eduardo Sanches. A equipa estava a fazer uma apresentação de gala e marcou mais 5 golos antes dos 20 minutos. Quase todos os remates feitos foram convertidos. Somente aos 19 minutos a equipa do Mamas FC conseguiu esboçar uma reação e marcou um golo através de Diogo Monteiro. Mas, infelizmente para o Mamas FC, não passou de um esboço. Sofreram mais um golo no minuto final da primeira parte e foram para o tempo de descanso com uma diferença de 6 golos. Na segunda parte, sofreram mais alguns golos, mas não desistiram. Responderam jogando o bom futebol que sempre apresentam e marcaram mais 4 golos. Não foi o suficiente ainda assim e a equipa do Central Mensageiro avançou para a Semi-Final com uma vitória segura.

 

Dream Team 4-2 Bonde Sem Freio

DREAM TEAM CONSEGUE A REVIRAVOLTA!

Jogo com o Bonde Sem Freio a ter mais posse e a Dream Team a apostar nos contra-ataques. Bonde por Sandro Lisboa, aos 12 minutos, chega à liderança do marcador, mas poucos minutos depois a Dream Team chega ao empate por Telmo Silva. As equipas foram para intervalo empatadas a uma bola, resultado justo pois não houve oportunidades claras de golo. A segunda metade foi mais rica em golos e é novamente o Bonde a chegar ao golo, desta vez por Orlando Costa aos 27 minutos (2-1). A Dream Team nunca desistiu do jogo e aos 37 minutos consegue o empate, num lance onde o guarda-redes ficou muito mal na fotografia. A Dream Team recuperou o fôlego e aos 43 minutos passa para a frente do marcador por Frederico Almeida e aos 45 amplia por Sérgio Silva, que lhes garante a vitória e passagem às Meias-Finais da competição.

 

TAÇA SEVENS

 

OLD CREATORS SURPREENDEM E ELIMINAM EQUIPA DE LIGA SUPERIOR!

 

CP4L 6-1 Café Praceta

FUTEBOL MAGNIFICO DO CP4L!

CP4L começou bem e dominou o jogo do início ao fim. Fizeram 4 golos na primeira parte e mostraram ao adversário que não seria fácil contornar o placar. Diogo Fernandes, Jorge Henriques, Ricardo Carvalho e Rafael Silva foram os responsáveis pela vantagem do CP4L na primeira parte. Na segunda parte, a equipa do CP4L continuou firme e forte, dominando a partida, mas sem tantos golos como na primeira parte. A equipa do Café Praceta arriscou bastante de fora da área, uma vez que tinham dificuldades de penetrar a defesa adversária. Leandro Alves do CP4L marcou mais 2 na segunda parte e a equipa do Café Praceta conseguiu descontar somente aos 48 minutos, através de João Lopes.

 

Maccabi Tá-Tudo-Vivo 3-5 Recreativo do Libolo

LIBOLO QUALIFICA-SE PARA A MEIA-FINAL!

Jogo onde o Recreativo do Libolo entrava com algum favoritismo devido ao seu já longo histórico nas várias competições da Superliga, mas esse favoritismo deu-lhes em certos momentos algum excesso de conforto que não os livrou de pequenos sustos. O Libolo entrou mesmo a ganhar aos 8 minutos, com Ricardo Costa a abrir o marcador através de um livre direto da esquerda. Ainda assim, dois minutos depois, após um mau alívio do defesa do Libolo, Pedro Zina ganha vantagem no confronto no ar sobre um defesa e o próprio guarda-redes adversário, cabeceando para o empate. Depois deste golo, o Libolo assumiu o jogo, conseguindo chegar novamente à vantagem com o golo de Leandro Moreira aos 15 minutos e conseguem depois mais 2 golos até ao intervalo, apontados por Fábio Chante e José Manuel. Ao intervalo: 1-4. Na 2ª parte, Maccabi entrou melhor, ainda demoraram a responder, mas aos 41 minutos Miguel Zina rouba uma bola em zona proibida, constrói com Sokolov e reduz para 2-4. O mesmo Sokolov que assistiu para o 2-4, apontou depois o 3-4 através de livre direto e não livrou os jogadores do Libolo de um aperto, até uma grande infelicidade adversária ter terminado num pontapé do guarda-redes a embater no seu próprio defesa e entrar na própria baliza. Assim o Libolo ganhou 5-3 e garantiu presença na Final Four da competição.

 

T.B.V. Brooklyn 4-3 Wellphi FC

AUTO-GOLO AO CAIR DO PANO LEVA BROOKLYN ÀS MEIAS-FINAIS!

Primeira parte bastante equilibrada com o Brooklyn a ter mais posse, embora a não criar muitas oportunidades de golo. Aos 11 minutos João Cardoso abre o marcador para o Brooklyn, mas as redes só voltaram a balançar aos 23 minutos por André Gonçalves, a conseguir assim o empate a 1 golo. Ainda antes do intervalo, Frederico Neto faz o 2-1 para o Brooklyn, seguindo assim esta equipa em vantagem para o descanso. A segunda metade foi muito idêntica à primeira, com períodos mais positivos para o Brooklyn e outros para o Wellphi FC. O Wellphi entrou a todo o gás e consegue mesmo a reviravolta com um bis de André Gonçalves e um de Diogo Gonçalves. O jogo só foi decidido mesmo no final e após o golo do empate do Brooklyn a 2 minutos do fim, num lance de bola parada, com Diogo Gonçalves a ser infeliz e a cometer um auto-golo que garantiu a passagem à equipa do Brooklyn.

 

BOCA 7-8 Old Creators

CHUVA DE GOLOS NA DAMAIA!

Jogo entre duas equipas que trocam muito bem a bola e que procuram muito o golo. Devido a isso este jogo foi bastante equilibrado e só foi resolvido no último minuto da partida. Aos 6 minutos os Old Creators chegam à vantagem por Mamadu Candé e aos 11 minutos Fábio Martins empata (1-1). Mamadu Candé bisa na partida e Sérgio Cerqueira amplia a vantagem para 3-1, mas antes do intervalo o BOCA ainda empata o jogo, num bis de Fábio Martins e um de Nuno Belchior. Na segunda metade o BOCA chega à liderança com Nuno Belchior a bisar, mas a partida volta a ficar empatada com Sérgio Cerqueira a conseguir um bis. BOCA passa para a frente do marcador por Hélio Migueis aos 30 minutos e com Fábio Martins a chegar ao poker (7-4). Como no futebol nunca nada está 100% resolvido, os Old Creators fizeram questão de o provar e conseguiram mesmo a reviravolta com golos de Fali Candé, João Ferreira, Bruno Nascimento e Mamadu Djaló a chegar ao hat-trick (7-8).

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.