Divisão de pontos entre líderes na divisão de Elite

Na divisão de Elite, ARCOV e Lust Bar defrontaram-se na terceira jornada do campeonato, e como se esperava o jogo foi pautado pelo equilibrio, com o resultado final a ser um empate a dois golos. Esse equilibrio só foi desfeito à passagem do minuto 21, com o ARCOV a adiantar-se no marcador, por intermédio de João Azevedo. O resultado chegou ao intervalo sem mais nenhuma alteração. Na segunda parte o Lust Bar tentou restabelecer a igualdade, mas o jogo não sofreu alterações até aos últimos 10 minutos em que o jogo ganhou uma nova vida. Ao minuto 41 o ARCOV chegou ao segundo golo por intermédio de Marcelo Gonçalves. Esperava-se que este golo fecha-se a partida, mas o Lust Bar ganhou uma segunda vida, e chegou à igualdade em apenas 2 minutos, aproveitando alguma desconcentração do ARCOV. Os autores dos golos foram Pedro Machado e Vitor Pereira. O resultado terminou com esta igualdade, o que levou a que as equipas partilhem a liderança da divisão de Elite com 7 pontos, aproveitando o facto do Arrebenta Pipas ter adiado o seu jogo.

 

Na 2ªdivisão, duelo entre primeiro e segundo termina empatado. O líder Turnlabel Foot 7 empatou a 4 golos com o Black Tigers, numa bela partida de futebol. O Black Tigers entrou disposto a roubar a liderança ao Turnlabel, e abriu o marcador à passagem do minuto 6, por Ricardo Alves. O 2-0 chegou pouco depois por intermédio de Miguel Silva e a vantagem chegou  mesmo aos três golos, com Ricardo Alves a fazer o seu segundo golo. O Turnlabel parecia adormecido no jogo, mas ainda antes do intervalo conseguiu reduzir por intermédio de Nuno Fernandes. O intervalo fez bem ao Turnlabel, que reduziu logo no reatar do jogo para 3-2, golo apontado por Helder Silva. O Turnlabel acreditava cada vez mais na reviravolta, enquanto o Black Tigers tentava suster a pressão da equipa adversário. Mas igualdade acabou mesmo por chegar ao minuto 41 por Pedro Dias, dando ainda mais animo para os últimos mintuos da partida. O empate durou pouco, pois ao minuto 44, o Black Tigers voltou novamente para a liderança da partida, o marcador do golo foi Nuno Costa. O Turnlabel fez o forcing final para, pelo menos, chegar à igualdade, e ela apareceu já nos últimos momentos do jogo, por intermédio de Helder Dinis.

O Guardizela conseguiu a primeira vitória na liga frente ao Norcana por 5-4. O Norcana até saíu na frente, golo apontado por Fábio Ferreira. O Guardizela reagiu imediatamente e chegou à igualdade logo no minuto seguinte por intermédio de Pedro Leite. Num jogo de parada e resposta, o Norcana chegou ao 2-1 por Sérgio Guerra. O Guardizela voltou a ter uma boa reação ao golo sofrido, e chegou ao empate no minuto 10 por João Nuno e conseguiu mesmo a cambalhota no marcador à passagem do minuto 16 por Tiago Carmo. o Guardizela foi para cima do Norcana em busca do empate e conseguiu mesmo antes do intervalo, por Nuno Vieira. A segunda parte teve menos golos, mas a intensidade manteve-se alta. À passagem do minuto 33, o Guardizela chegou ao 4-3, por José Luis, mas o empate chegou no minuto a seguir por Fábio Ferreira que fez o bis. O golo decisivo foi apontado ao minuto 44 por João Nuno, que também fez o segundo tento na sua conta pessoal, dando a vitória ao Guardizela.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.