BONDE SEM FREIO LIDERA ISOLADO APÓS REALIZAÇÃO DA 2ª JORNADA!

 

ÁGUA SUJA POLUIDA ESTREIA-SE COM VITÓRIA E LISBOA CLUBE RIO DE JANEIRO TAMBÉM JÁ SOMOU OS PRIMEIROS PONTOS NA PROVA!

 

Bonde Sem Freio 12-1 Colinas Cruzeiro

COLINAS CRUZEIRO COMEÇAM A VENCER, MAS O TETRA-CAMPEÃO NÃO SE DEIXOU TRAVAR!

A equipa do Colinas adiantou-se no marcador após contra-ataque que deu canto e na sequência do mesmo, Ricardo Correia saltou mais alto que toda a gente e de cabeça fez o 0-1 aos 4 minutos. O Bonde Sem Freio não demorou a pegar no jogo, as suas individualidades não tiveram problemas em chegar ao golo e aos 12 minutos já venciam por 4-1. O ritmo da partida acalmou e o Bonde só voltou a marcar perto do fim da primeira parte, aos 21 minutos numa boa jogada de envolvimento e aos 23 minutos com um remate fora da área. No início do segundo tempo, o Colinas esteve de novo perto do golo mas desperdiçou um livre à entrada da área. O Bonde ia trocando a bola sempre à procura do espaço e do momento exato para atacar a baliza contrária, e sem dificuldade fizeram mais 6 golos até final do encontro. Destaque para Orlando Costa e Luiz Colussi com um póquer e um hat-trick respetivamente.

 

M.Kiala Construções 2-3 Água Suja Poluída

M. KIALA CONSTRUÇÕES EMPATAM O MARCADOR POR DUAS VEZES, MAS ÁGUA SUJA POLUIDA VENCEM A BATALHA NO FINAL DA PARTIDA!

Os primeiros minutos foram equilibrados taticamente e ambas as formações mostravam-se encaixadas a meio-campo. A primeira equipa a marcar foi a do Água Suja Poluída, aos 3 minutos, num remate em esforço de Gonçalo Costa. Os M.Kiala não tardaram em responder e pouco depois obrigaram o guarda-redes da Água Suja a aplicar-se para salvar a vantagem. O empate chegou no minuto seguinte numa finalização ao 2º segundo poste após remate de Gonçalo dos Santos. A Água Suja Poluída superiorizou-se ligeiramente e Rúben Pratapshinh aproveitou da melhor maneira uma bola perdida na área para, aos 11 minutos, fazer o 1-2. A chuva não deu tréguas, as oportunidades de golo tornam-se reduzidas e a equipa mais perto de marcar foi a Água Suja na sequência de um canto aos 20 minutos. No segundo tempo, os M. Kiala entraram melhor e chegaram ao golo do empate através de um livre à entrada da área aos 28 minutos. A partida manteve-se equilibrada mas a Água Suja ia criando mais perigo. Aos 35 minutos acertaram no poste e aos 40 chegaram ao golo da vitória por João Gonçalves.

 

Lisboa Clube Rio de Janeiro 3-1 Growin

LISBOA CLUBE RIO DE JANEIRO SUPERIOR NA 2ª PARTE! GROWIN AINDA EMPATARAM MAS NÃO EVITARAM A DERROTA!

O Rio de Janeiro abriu o marcador aos 6 minutos, após cabeçada ao segundo poste de Paulo Sérgio. Aos 8 minutos poderiam ter dilatado a vantagem mas desperdiçaram um pontapé de penálti. Os Growin responderam aos 15 minutos em contra-ataque e aos 17, Rui Maciel tirou dois oponentes do caminho e disparou colocado para o empate a uma bola. Até ao intervalo o marcador não mais se alterou. O Rio de Janeiro chegou cedo ao golo no segundo tempo, quando numa bola perdida na área aos 28 minutos, Cláudio Silva fez o 2-1. Os Growin foram atrás do resultado e aos 36 minutos estiveram perto de marcar, mas foi o Rio de Janeiro a aumentar a diferença e aos 40 minutos na sequência de um livre fizeram o 3-1 final que lhes garantiu assim a conquista dos primeiros 3 pontos na sua estreia nesta competição.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.