AMBCV LANÇADOS NA LUTA PELO TÍTULO DE CAMPEÃO DE LISBOA!

 

DIVISÃO DE ELITE

 

Mamas FC 7-5 Pastéis Vintage

MAMAS FC DESEMPATAM CONFRONTOS A SEU FAVOR ESTA ÉPOCA!

Jogo abre logo com festejos no campo e na bancada, com o golo de Daniel Amorim aos 2 minutos a abrir o apetite para aquele que viria a ser um jogo cheio de golos (12 no total). Aos 10 minutos surge a resposta dos Pastéis Vintage, num livre direto de execução perfeita de Bruno Friji que empata a partida e vê depois aos 21 minutos Diogo Dias fazer a reviravolta para a sua equipa. Antes do intervalo, tempo ainda para mais 2 golos, com Diogo Pereira e Sérgio Marques a fazerem uma nova reviravolta aos 22 e 23 minutos e a levar os Mamas FC a vencer por 3-2 para o descanso. Se a 1ª parte já tinha tido 5 golos, a 2ª trouxe ainda mais. Mamas FC começa melhor, ampliando a sua vantagem para 2 golos e até ao 5-4 o resultado foi sempre mantendo a diferença de 1 e 2 golos, pois cada golo do Mamas foi tendo uma imediata resposta do adversário. Só aos 44 e 47 minutos o jogo ganhou uma nova dinâmica, com o Mamas a chegar ao 7-4 com destaques para o bis de Diogo Pereira e Diogo Monteiro, pois com 3 minutos apenas para se jogar, praticamente resolveu o jogo. Fábio Pereira dos Pastéis Vintage apontou o último golo do jogo, que o fechou num 7-5 e garantiu os primeiros 3 pontos do Mamas FC na sua estreia na Elite.

 

T.B.V. Brooklyn 1-7 AMBCV

FERRARI DO AMBCV ATROPELOU ADVERSÁRIO NA MÁXIMA VELOCIDADE!

A primeira parte deste jogo demonstrou aquilo que seria depois toda a partida, com o AMBCV a ser muito certo no seu jogo, sempre seguros e bastante fortes na construção do seu jogo, contrariamente ao TBV Brooklyn que ia tendo dificuldade em sair com bola e jogar no meio-campo adversário. Os primeiros 25 minutos tiveram logo 4 golos, com destaque para o bis de Paulo Silva e para os golos de Armando Gomes e David Rufo, que colocaram o AMBCV a vencer já por uns expressivos 4-0. A 2ª parte não foi diferente, o TBV Brooklyn procurou responder um pouco mais, mas expondo-se também mais ao adversário acabou por ver a bola entrar na sua baliza por mais 3 vezes, com golos apontados por Hugo Lopes, Hélder Guia e João Domingues. O único golo do TBV Brooklyn surgiu apenas aos 40 minutos, marcado por Hugo Pinheiro, sendo insuficiente para combater a forte capacidade coletiva do seu adversário neste jogo.

 

New Team – Estrelas da Amadora 3-7 Central Mensageiro

CENTRAL MENSAGEIRO VOLTA ÀS VITÓRIAS NUM JOGO QUE ERA CONSIDERADO COMO “MATAR OU MORRER”!

Primeira parte muito equilibrada com ambas as equipas a criarem boas oportunidades de golo, num jogo de maior pressão para o Central Mensageiro devido ao empate consentido na 1ª Jornada, contra todas as probabilidades. Central Mensageiro entrou assim mais feroz e abriu o marcador aos 9 minutos por Claudinei Barbosa e aos 17 volta a marcar por David Fernandes. A New Team empata aos 18 minutos por Ruben Almeida, mas antes do intervalo sofre o 3-1 novamente por David Fernandes. Na segunda parte, o Central Mensageiro a ter mais posse de bola e a ampliar a vantagem para 4-1, com David Fernandes a fazer um Hat-Trick, complicando cada vez mais a vida ao seu adversário. Aos 29 minutos a New Team reduz para 4-2 com Ruben Almeida a bisar, aos 31 minutos Nuno Silva amplia a vantagem do Central Mensageiro e aos 38 minutos Tomás Carlos de livre reduz para 5-3. Antes do final da partida o Central Mensageiro amplia a vantagem para 7-3, novamente por Claudinei e um de Rui Sanches, mantendo assim vivo o objetivo de se sagrar Campeão.

 

2ª LIGA APURAMENTO DE CAMPEÃO

 

Unipec FC 8-2 Borussia Dormetudo

UNIPEC ADORMECE BORUSSIA DORMETUDO!

Jogo de fácil história para o Unipec, com os primeiros minutos a dar a entender a melhor e mais forte dinâmica que teriam sobre o seu adversário. O primeiro golo sai de bola parada onde o César Pinto aponta um livre indireto e passa para Wanderson que explode com a rede num remate fortissimo. Começa assim a ganhar o Unipec e sem tardar terminam a primeira parte já com um 4-1. Borussia que já não estava motivado voltou na segunda parte a sofrer mais 4 golos abalando completamente a equipa. Apenas Rui Silva conseguiu concretizar 2 golos nas poucas vezes que o Borussia conseguiu subir a área adversaria. Fernando Almeida notoriamente o homem do jogo, com iniciativas bastante inteligentes.

 

BOCA 7-5 Lista Exigente

BOCA NÃO DÁ AZO A SURPRESAS!

BOCA a ser bastante dominador e a criar muitas oportunidades de golo, no entanto foi a Lista Exigente a desbloquear o marcador por Jean Barradas logo no primeiro minuto. BOCA poucos minutos depois a conseguir empatar a partida por Eldar Mendes e a passar para a frente por Ricardo Pereira aos 19 minutos e Nuno Belchior aos 21 (3-1 ao intervalo). A segunda metade foi idêntica com o BOCA a ter mais posse e amplia a vantagem para 5-1 com Ricardo Pereira e Nuno Belchior a bisar. Lista Exigente a crescer um pouco nesta parte final e reduz para 5-2 por Gonçalo Marcos, mas acaba por sofrer o 7-2 por Edgar Graça e João Pantoja. Lista Exigente ainda reduz para 7-5 com Pedro Cardoso a bisar, numa ponta final intensa, mas onde os 3 pontos não fugiram ao BOCA.

 

Olímpico da Falagueira 3-6 Real Lisbon FC

ENTRADA FORTE DO REAL LISBON FUNDAMENTAL PARA A CONQUISTA DOS 3 PONTOS!

Real Lisbon a entrar muito bem na partida e aos 7 minutos já vencia por 3-0, com golos de Hugo Santos, Diogo Vaz e Gonçalo Cardoso. Ainda assim, o Olímpico da Falagueira numa resposta bastante capaz, a conseguir empatar a partida com bis de Afonso Alcario e um golo de João Sousa. Antes do intervalo o Real Lisbon a passar para a frente do marcador com novo bis, desta feita de Diogo Vaz aos 24 minutos. Na segunda metade o jogo continuou bastante equilibrado, mas com o Real Lisbon melhor na finalização a conseguir ampliar a sua vantagem para 6-3 por Ricardo Sebastião e Nelson Alves e a garantir a vitória.

 

LIGA DE INVERNO SÉRIE 1

 

Dream Team 0-3 MaltaDoDesporto

PABLO BARROSO AO MAIS ALTO NÍVEL LIDEROU EQUIPA PARA A VITÓRIA!

Num jogo de resultado inesperado devido ao já longo histórico da Dream Team nas melhores competições, a MaltaDoDesporto sai com uma vitória extremamente moralizadora e onde demonstraram que quando se apresentam ao melhor nível, podem causar enormes danos a qualquer equipa. Numa 1ª parte algo cautelosa de ambas as partes, onde se chegou pouco às balizas adversárias, foi apenas Pablo Barroso quem conseguiu encontrar o caminho certo, marcando já mesmo em cima do apito para o descanso o 1-0 para a MaltaDoDesporto. Na 2ª parte, Dream Team a apostar tudo para chegar ao empate, mas algo desnorteados diferentemente daquilo que é o normal nesta equipa e não conseguiram mesmo terminar com qualquer golo neste jogo. Filipe Silva aumentou a vantagem aos 40 minutos para a MaltaDoDesporto, mas o destaque maior desta partida foi roubado por Pablo Barroso, que numa arrancada ainda do seu meio-campo fez o que quis dos jogadores adversários que apanhou no caminho até à baliza, deixou mesmo 3 jogadores para trás e fuzilou o GR adversário, tendo sido depois o golo mais festejado de toda uma tarde de jogos na Alta de Lisboa.

 

Inazuma Seven FC 2-4 SeteÀRasca

INAZUMA VIU-SE À RASCA!

Inazuma Seven apresentou-se com muitos jogadores novos no plantel, com algum défice na organização que em tempos demonstraram. Ricardo Costa com algumas mazelas a não conseguir dar 100%, enquanto o SeteÀRasca entrou fortíssimo com Afonso Silva a não perder as suas boas oportunidades de em drible rápido posicionar-se para rematar sempre com grande estilo fazendo rapidamente o 2 -0. Antes de terminar a primeira parte Ricardo Costa faz um auto golo, mas sem culpa, que piora a situação da sua equipa. Afonso Silva que não estava satisfeito com o que já tinha conseguido, foi sempre procurando mais, e em lances de bola parada visou sempre o alvo, mas o GR da equipa do Inazuma ia correspondendo. Braulio João na sua estreia, faz um golo ao fechar do tempo, e fez uma bela exibição. SeteÀRasca saem vitoriosos fazendo justiça e levando os 3 pontos para casa.

 

CP4L 6-5 Recreativo do Libolo

1ª PARTE EM ALTA ROTAÇÃO COM 5 GOLOS NOS 10 MINUTOS INICIAIS!

A partida iniciou-se a bom ritmo e ao 2º minuto Jandir Vicente deu vantagem ao Libolo com um remate cruzado. A reação da CP4L surgiu de imediato e Rafael Silva aproveitou um erro defensivo para empatar. A intensidade ia aumentando com o passar do tempo, no minuto seguinte Anaíldo Manuel fez o 2-1 de recarga e Erickson Brito dilatou a diferença para dois golos aos 7 minutos. A CP4L foi para cima do adversário e tomou conta da partida. Aos 9 minutos Rafael Silva roubou a bola já perto da área e fez o 2-3, pouco depois num livre lateral fez a bola passar pelo lado de fora da barreira desenhando um golaço (hat-trick). A CP4L tentou por mais um par de vezes chegar ao golo mas estiveram algo perdulários. O Recreativo do Libolo respondeu atirando ao ferro à passagem do minuto 15, mas foi a CP4L a chegar ao golo, Djalma Almeida ainda defendeu o primeiro remate, mas Diogo Ferreira atirou para o fundo das redes. O Libolo não quis perder a vantagem e no minuto seguinte, Anaíldo Manuel subiu ao 1º andar para de cabeça empatar o resultado após cruzamento de Edson Gonçalves. Ao intervalo: 4-4. No 2º tempo o equilíbrio manteve-se mas com menos golos, ainda assim a primeira formação a marcar foi o Libolo. Aos 34 minutos, Erickson Britou bisou de livre direto à entrada da área. A CP4L deu troco também de livre direto mas apenas chegou ao 5-5 num forte remate de Leandro Alves e o empate empolgou a equipa para o golo da vitória que apareceu no minuto seguinte, onde Diogo Ferreira aproveitou mais uma perda de bola e em contra-ataque fez o 6-5 final.

 

LIGA DE INVERNO SÉRIE 2

 

Pornmouth 0-5 Os Magriços

Vitória para a equipa dos Magriços, beneficiando da falta de comparência da equipa adversária.

 

Carochada FC 2-4 Café Praceta

CAFÉ PRACETA DOMINADOR LEVOU OS 3 PONTOS!

O Café Praceta teve uma primeira parte bastante tranquila, neutralizou a Carochada FC começando a criar perigo de canto numa cabeçada de Estrela. Aos 8 minutos, Hugo Alberto recuperou a bola a meio-campo e isolou Rafa Silva que subtilmente desviou do guardião para 0-1. O Café Praceta ia controlando o rumo dos acontecimentos voltando a marcar e à passagem do minuto 17 Pedro Cardoso assistiu de forma inédita André Trindade, que fuzilou as redes contrárias. O Praceta esteve ainda perto de marcar por duas vezes até ao intervalo mas o resultado não se alterou. No 2º tempo continuaram superiores à Carochada e criaram uma série de ocasiões antes de dilatar a vantagem aos 30 minutos, Sérgio Silva junto à lateral desenhou um arco perfeito e fez a bola entrar perto do ângulo. O Praceta abrandou e a Carochada aproveitou para crescer na partida, aos 41 minutos Bruno Lafond fez de longe o 1-3. A Carochada estava à procura do segundo golo e atirou à trave antes do Praceta conseguir o golo final por Nuno Antunes após recuperação de bola.

 

Iraque Unita 3-4 MixTeam

FRANCISCO PINHO CONQUISTA 3 PONTOS PARA A MIXTEAM!

A MixTeam teve um início de jogo perfeito, no primeiro minuto João Cardoso apareceu ao 2º poste e cabeceou para o fundo das redes, logo a seguir Francisco Pinho dilatou a diferença para 2 golos e aos 8 minutos com um remate cruzado fez o bis. O Iraque Unita tentou de longe e apesar de pouco perigosos, chegaram perto da baliza contrária após combinação, mas Daniel Filipe afastou o pior. No 2º tempo o Iraque Unita entrou com nova atitude, foi mais perigoso e causou intranquilidade na MixTeam. Aos 29 minutos reduziram a diferença no marcador por Martim Ferreira após insistência e no minuto seguinte, Martim fez o bis em ataque rápido. A MixTeam demorou a reagir e chegou ao golo da vitória apenas aos 42 minutos, numa altura em que o Iraque Unita estava desequilibrado à procura do empate. Até final do encontro o Iraque ainda reduziu num fantástico lance de Martim Ferreira; após receber no peito, já dentro da área e de costas para a baliza, fez a bola passar por cima do defesa e depois só teve de finalizar para o hat-trick.

 

LIGA DE INVERNO SÉRIE 3

 

Real Canelas 1-12 Atlético Dá Milpau

ATLÉTICO DÁ MILPAU VENCE CONFORTAVELMENTE!

Real canelas ainda entrou bem no jogo mas não demorou muito até o Atlético compreender que tinha o trabalho algo facilitado. Henrique Teixeira Duarte responde com um remate de longa distância a acertar nas redes, sem hipótese para o GR adversário. Na jogada seguinte mais um remate com bastante força aos ferros e novamente Henrique apenas a precisar de encostar. Notoriamente conseguiu-se com o tempo distinguir uma equipa muito organizada e de outro lado alguma desorganização, onde ficou notório o pouco conhecimento que os jogadores tinham sobre os seus colegas. Já na segunda parte Diogo Silva fez o golo de honra do Canelas, num lance onde teve também apenas de encostar. Tão azarados já estavam os Canelas, que sofrem 2 penaltis na segunda parte, tendo sido ambos convertidos com sucesso pelo Atlético e com o decorrer do jogo, o Atlético foi assentando os seus alicerces com uma vitória confortável por 12-1.

 

Tubarões FC 5-0 Galáticos FC

GALÁTICOS SEM TRUNFOS PARA ENFRENTAR TUBARÕES!

Uma primeira parte um pouco desinteressante, com as duas equipas com algumas dificuldades em construir ataques, Galácticos pouco inspirados, perdem sem somar um único registo no jogo. Primeira parte com apenas 1 golo, um livre que parecia sem grande perigo, mas a bola sobra para o joelho de Fábio Mavela que nem precisou de fazer um grande movimento para garantir o golo. Na segunda parte penalti para Pedro Lopes, que converte e aumenta a vantagem dos Tubarões. Duane Pereira volta a exibir os seus truques e mudanças de velocidade e quando já a equipa dos Galáticos estava mais cansada, este jogador aproveita para demonstrar as suas qualidades de drible e ajudar a empurrar a sua equipa para uma vitória mais flgada. Galaticos desistem por completo aos 40 minutos e no último minuto João Lemos aponta um golo após uma arrancada com uma velocidade soberba, terminando os Tubarões com uma vitória tranquila de 5-0.

 

RedTails United 3-10 Vulcão FC

REGRESSO SEM PIEDADE DO VULCÃO!

Jogo com a história a ser definida com um Vulcão a conseguir dominar toda a partida. Ao intervalo já vencia por 3-1 com golos de Mamadu Djalo, Ivan Chagas e Fábio Freitas e do outro lado quem apontou o único golo nesta parte foi Hugo Pinto. Na segunda metade o Vulcão ampliou a vantagem para 10-3 com Mamadu Djalo a fazer um Hat-Trick, um de Hélder Pereira e Ivan Chagas, Vendel Nunes a bisar e por fim um de Ruben Correia. Os dois golos do Redtails no 2º tempo foram apontados por João Anjos.

 

PROLIGA

 

Farelães FC 1-6 AEFCH

HAT-TRICK DE GONÇALO MATOS LOGO A ABRIR DITOU RUMO DA PARTIDA!

Jogo de início feroz para o AEFCH, que após uma jogada bem construída logo no inicio do jogo, colocam-se a vencer por 1-0 no 1º minuto de jogo. Gonçalo Matos, não satisfeito com o seu 1º golo, lançou-se com tudo à baliza adversária e apontou mais 2 golos aos 4 e 9 minutos, colocando a sua equipa a vencer por uns já expressivos 3-0 aos 9 minutos. Ainda na 1ª parte, num jogo que ia dando muito mais AEFCH que Farelães, Francisco Rocha apontou o 4-0 aos 16 minutos e houve ainda tempo para o GR dos Farelães defender uma grande penalidade, evitando o 5-0. Na 2ª parte, o AEFCH continuou a exercer a sua superioridade no jogo e foi sendo sempre mais perigoso, chegam sim ao 5-0 aos 34 minutos por André Zeferino e vêm a sua baliza ser atingida pela 1ª vez aos 40 minutos, num penalti bem batido por João Velasco, que reduziu para 5-1. Já mesmo em cima do apito, resolveu-se o jogo com o 6-1 para o AEFCH, num golo apontado por Tiago Peters.

 

Jenilson DRT 6-2 Magma FC

LIGIER MARCA E NUNO MONTEIRO ASSISTE NA REVIRAVOLTA DO JENILSON!

Um jogo com um início difícil para o Jenilson que faz penalti aos 3 minutos e o capitão Igor Costa não perdeu a oportunidade de começar o jogo a vencer. Passados 3 minutos através de um canto a bola perde-se na confusão dos jogadores na área e José costa dá o 2º à sua equipa. Aos 7 minutos, num canto para o Jenilson, Ligier troca com um colega para ir receber a bola na área e faz o primeiro golo, fica assim apresentado à equipa adversária. Não tardou mais 3 minutos até que este mesmo jogador voltasse a marcar num ataque individual e empatar o jogo. Ainda antes de terminar a primeira parte Nuno Monteiro num grande remate acerta na barra e Ligier faz o hat-trick, precisando apenas de encostar. Já na segunda parte Nuno Monteiro faz o seu primeiro golo, jogador que merece também destaque pelas suas iniciativas e não consentindo mais qualquer golo ao adversário, o Jenilson vence assim por 6-2 após uma boa reviravolta ainda na 1ª parte.

 

Maccabi Tá-Tudo-Vivo 4-5 Wellphi FC

WELLPHI APENAS ACORDOU NA 2ª PARTE MAS AINDA FOI A TEMPO!

Jogo muito interessante onde os Maccabi entram em campo muito fortes, organizados e com vontade de ganhar. Já o Wellphi parecia o seu primeiro jogo e cometem 3 erros fáceis onde sofrem 3 golos nos 10 minutos iniciais devido a isso. Novamente André Gonçalves a fazer a diferença, merecendo o seu 1º golo destaque pois recebe um lançamento lateral e toca na bola com um pé e chuta uma bomba com o outro, deixando a sua primeira marca na estatística. Num dos últimos ataques do Wellphi na 1ª parte, mais um golo para esta equipa que dava assim algumas notas de melhoria, num golo em que o GR adversário fica um pouco mal na fotografia. Wellphi desperta na segunda parte, a pressão aumenta e André Gonçalves marca mais um. Aos 42 minutos de penalti o Wellphi volta a marcar e novamente por André Gonçalves a fazer o 4-3 e um minuto depois o 5-3, num remate quase de meio campo com muita força. Já aos 48 minutos, novo penalti, agora para o Maccabi, transformando-o em golo, mas a não dar tempo para mais e a finalizar o encontro com vitória para Wellphi por 5-4, com destaque para a grande exibição de André Gonçalves.

 

100 Nome 3-4 Fluminete

FLUMINETE AGUENTA PRESSÃO E CONQUISTA OS 3 PONTOS!

A formação do Fluminete entrou melhor na partida e controlou os primeiros minutos. Aos 5 minutos chegou perto da baliza contrária mas Ricardo Carvalho cortou em cima da linha após livre direto, depois o Fluminete desperdiçou algumas ocasiões e o 100 Nome foi crescendo na partida. Aos 17 minutos em contra-ataque Filipe Almeida teve uma boa chance, mas Bruno Branco fez bem a mancha, e no minuto seguinte Marcelo Leitão assistiu João Bastos que fez o primeiro do 100 Nome. A resposta do Fluminete surgiu logo a seguir e com um longo chapéu, Lucas deixou tudo empatado. No início da 2ª parte o Fluminete voltou a estar melhor e colocou-se a vencer no minuto de abertura por Valter Sanches. A vantagem durou 2 minutos, após passe longo e com apenas um toque, Marcelo Leitão faz de calcanhar o 2-2. O 100 Nome fez mais pressão sobre o adversário, mas foi o Fluminete a marcar, numa arrancada pela esquerda David Rodrigues pôs a equipa à frente do marcador. O golo da vitória apareceu a 5 minutos do final quando Tomás Soares castigou uma perda de bola defensiva. Até final, destaque para o golo de Marcelo Leitão no último minuto do encontro.

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.